TSMC recebeu 3,5 mil milhões de euros de clientes que querem garantir capacidade de produção futura

A TSMC vai usar este dinheiro para aumentar a sua capacidade de produção de chips.
TSMC 02

A TSMC é, neste momento, a maior fornecedor mundial de chips de todos os tipos e feitios, mas ao contrário de empresas como a Nvidia, a TSMC não desenha os chips que fabrica. Em vez disso, apenas desenvolve novos métodos de fabrico e aluga os seus serviços a quem não quiser investir na construção de fábricas, como é o caso da Apple ou da Nvidia. No último relatório de contas, está indicado que a empresa de Taiwan recebeu uma quantidade de pagamentos adiantados de vários clientes, com o objectivo de garantirem capacidade de produção ainda este ano. Este dinheiro poderá ser usado para investir em novo equipamento, para aumentar o volume de produção de processadores, de forma a responder à actual falta de chips.

Só este ano, a TSMC recebeu cerca de 3,8 mil milhões de dólares, cerca de 3,5 mil milhões de euros, em reservas de capacidade de produção. O dinheiro depositado não pertence à TSMC até que consiga cumprir os termos acordados com os seus clientes, por isso, para o gastar já, terá de cumprir um conjunto de regras muito apertadas. Uma das coisas que pode fazer com esse dinheiro é investir em mais capacidade de produção tanto nas fábricas actuais, como através da construção de novas instalações.

Naturalmente, a TSMC não revela os termos concretos dos acordos com os clientes, nem tão pouco revela as suas identidades. Mas, muito provavelmente, o maior desses clientes será a Apple, que contrata os serviços da TSMC para a produção dos seus SoC que estão presentes nos iPhones e nos novos Macintosh com chips Apple. A AMD pode também fazer parte do topo da lista de clientes da TSMC, tendo revelado no mês passado que, em 2021, pagou cerca de 355 milhões de dólares a várias fábricas de chips, para garantir o fabrico dos seus processadores e GPU. Outro dos clientes principais da TSMC pode também ser a fabricante de SoC para smartphones e computadores americana Qualcomm.

Tanto a Intel, como a Nvidia, não estão a usar muito os serviços de fabrico da TSMC neste momento, mas têm surgido várias notícias que dão conta que estas duas empresas estão em negociações com a empresa de Taiwan, para o fabrico dos seus GPU da próxima geração, o que pode levar a que, no futuro, a TSMC se transforme no único fabricante de GPU em todo o mundo.