Futuro AMD Ryzen 9 6900HX é até 33% mais rápido que o Ryzen 9 5900HX

Os novos processadores AMD Ryzen da série 6000 Rembrandt estão a demonstrar uma melhoria de desempenho que pode chegar aos 33%, face aos seus antecessores, mas essa parece insuficiente para fazer frente aos novos Intel Alder Lake-H.

Estamos a dias do lançamento oficial dos novos processadores AMD Ryzen 6000 Rembrandt de 6nm, e começam já a surgir os primeiros resultados de benchmarks realizados com os mesmos. Um utilizador, recorrendo a um computador portátil da Lenovo desconhecido, publicou os resultados de testes do Geekbench 5, onde está referenciada a presença de um AMD Ryzen 9 6900HX.

Este processador de oito núcleos (16 threads) revelou funcionar com uma frequência base de 3.3 GHz, e um Boost de 4.84 GHz, tendo 32 KB de cache L1 por núcleo, 512 KB de cache L2 por núcleo e 16 MB de cache L3 partilhada, o que corresponde a um total de 20 MB de cache, tendo este um TDP base de apenas 45W.

Segundo os dados revelados, de 1593 pontos no teste Single-Core e 10151 pontos no teste Multi-Core, este Ryzen 9 6900HX demonstra uma melhoria de desempenho de 12% e 33%, respectivamente, face ao seu antecessor, o AMD Ryzen 9 5900HX. Contudo, estes resultados colocam-no ao nível dos novos Intel Core i7-12700H, que estão a obter cerca de 1700 pontos e 12000 pontos, respectivamente.

Já o Intel Core i9-12900H tem registado uma média de 1900 pontos no teste Single-Core e 14000 pontos no teste Multi-Core, o que demonstra que, desta vez, e nestes testes em específico, a arquitectura híbrida dos processadores Intel Core de 12ª geração parece estar a dar frutos para a Intel. É certo que a AMD irá lançar um processador superior, o Ryzen 9 6980HX, mas este manterá a estrutura de 8 núcleos, e difere do Ryzen 9 6900HX pelo facto de usar uma frequência Boost superior em 100 MHz (até 5.0 GHz).