Intel Blockscale ASIC é lançado mais cedo, mas chega tarde demais…

O primeiro processador ASIC da Intel é lançado para o mercado um trimestre antes do previsto. O problema é que as criptomoedas estão a cair, tal como o investimento na mineração.

O Intel Blockscale, o primeiro processador ASIC criado de raiz pela Intel, já está disponível, um trimestre mais cedo que o previsto, mas tendo em conta a actual situação das criptomoedas e da rentabilidade da sua mineração, talvez tenha chegado tarde demais.

Anunciado há já algum tempo, foi no passado mês de Abril que a divisão de Custom Compute Group da Intel atribuiu o nome de Blockscale ASIC ao projecto Bonanza Mine, sendo este uma autêntica colectânea de conjuntos de design inspirados em outras soluções já existentes no mercado, como o Argo Blockchain, GRIID Infrastructure, HIVE Blockchain e outros.

Apesar do timing ser mau, não deixa de ser impressionante o quão rápida a Intel conseguiu ser, ao conseguir criar um CPU de raiz e lança-lo um trimestre mais cedo do que as suas previsões. É certo que se trata de um processador específico para lidar só com certas instruções, em vez de ser universal como uma solução x86.

O Blockscale ASIC é produzido pela TSMC, utilizando o processo de fabrico Intel N5, e deverá oferecer uma hash rate de 580 GH/s, com um consumo energético de apenas 4.8 a 22.7W, o que corresponde a uma eficiência energética de 26 J/TH, ou seja, quase 1000x mais eficaz que um GPU na mineração de criptomoedas.