Chrome, Edge e Firefox chegam em breve à versão 100 e podem trazer incompatibilidades com alguns sites

Há meses que as equipas de desenvolvimento se estão a preparar a transição de 2 para 3 digitos na designação do 'user agent' dos principais browsers.
Logos_Browsers

Os browsers mais usados no mundo, Chrome, Microsoft Edge e Firefox, estão a chegar à versão 100. E, embora este facto possa parecer uma coisa menor, as versões 100 dos browser podem fazer com que alguns sites deixem de funcionar como deve ser.

Para alguns, isto traz algumas recordações do bug do ano 2000, que prometia o caos em todos os tipos de serviços online e não só. Desta vez, o problema tem a ver com a forma como os sites lêem a informação do ‘user-agent’ (UA), que serve para identificar o browser e ficar a saber as suas capacidades para enviar a informação adequada para que o site funcione como pretendido.

Quando um utilizador visita uma página web, o dispositivo que está a ser usado envia um pedido dos dados dessa página. O pedido inclui uma string de texto com o ‘user-agent’. Esta string é mais ou menos assim: “Mozilla/5.0 (Windows NT 10.0; Win64; x64) AppleWebKit/537.36 (KHTML, like Gecko) Chrome/98.0.4758.102 Safari/537.36 Edg/97.0.1072.69″.

Os vários browsers enviam strings com formatos diferentes, e algumas bibliotecas usadas nos sites para tratar esta informação podem ter dificuldades a ler números de versões com três dígitos. Para saber mais sobre estes problemas, clique aqui.

Em Agosto de 2021, a Mozilla começou uma experiência para saber como a utilização de números de versões com 3 dígitos pode causar problemas, e descobriu que alguns sites deixavam de funcionar de todo, ou apresentavam problemas.

A lista de sites com problemas inclui por exemplo Yahoo, Bethesda e HBO, mas todos os dias são acrescentados mais sites. A Google também está a fazer uma experiência semelhante, que permite às equipas de desenvolvimento de sites a forçarem a utilização de ‘user-agents’ com três dígitos para ver o que acontece. Esta experiência revelou que os sites construídos com o construtor de sites Duda não funcionavam correctamente, mas o problema foi resolvido em Dezembro passado.

A Google e a Mozilla estão ambas a trabalhar em formas de mitigar potenciais problemas que possam aparecer, através, por exemplo, do bloqueio do número da versão em 99 na parte da string que indica a ‘major version’ e indicar o número correcto na parte da string que indica a ‘minor version’.

O Chrome 100 será lançado a 29 de Março e o Firefox 100 chega a 3 de Maio. Entretanto, os responsáveis pelos sites podem ajudar reportando quaisquer problemas que encontrem à Mozilla e Google.