Microsoft resolve problemas de velocidade do armazenamento no Windows 11

Vários utilizadores repararam que, no Windows 11, alguns SSD são substancialmente mais lentos que no Windows 10, agora a Microsoft está a testar uma solução que será lançada em breve.
Patriot SSD VPN 100

A build KB5007262 do Windows 11, a mesma que ressuscita o Clippy, também resolve um problema de lentidão do armazenamento que tem afligido várias pessoas. Desde Agosto, que têm surgido queixas no Reddit e no próprio fórum da Microsoft que indicam que o novo sistema operativo Windows 11 pode ter um impacto negativo significativo na velocidade de escrita aleatória em algumas drives SSD. Em alguns casos, a redução de velocidade é de 55%. Apesar de os problemas terem sido reportados durante o período de testes, passaram para a versão final do sistema operativo que já está a ser distribuída ao público em geral.

Comparações de valores de desempenho, obtidas através de software de medição mostram que as unidades NVMe são mais afectadas que as unidades que usam interfaces SATA.

Inicialmente, suspeitou-se do sistema de segurança baseada numa funcionalidade de virtualização (Virtualization Based Security), mas o impacto deste sistema foi descartado, porque o problema persistia, mesmo com o VBS desligado. Segundo as notas de lançamento da actualização KB5007262 revelam que o problema reside no USN Journal (Update Sequence Number Journal) do sistema de ficheiros NTFS usado pelo Windows.

O USN Journal serve para manter uma lista das alterações que são feitas nas drives, e está sempre ligado nas drives onde o sistema operativo está instalado. A Microsoft diz que o problema ocorre no Windows 11, porque o USN leva a cabo um grande número de acções desnecessárias, cada vez que o sistema tenta gravar dados para essas drives.