Investimento de série A dá oito milhões à start-up nacional LOQR; empresa quer «transformar o sector bancário»

«Investimos na LOQR porque os seus fundadores demonstraram qualidades excepcionais para criar uma empresa diferenciadora na Europa».
©LOQR
©LOQR

A start-up nacional LOQR, especializada em soluções digitais para bancos e instituições financeiras, recebeu oito milhões de investimento série A.

Esta ronda foi liderada pelas empresas de capital de risco Iberis Capital e Semapa Next. Os investidores que a start-up já tinha, EDP Ventures, BiG Start Ventures e HCapital, reforçaram também a sua posição.

«Investimos na LOQR porque os seus fundadores demonstraram qualidades excepcionais para criar uma empresa diferenciadora na Europa. A sua equipa criou um produto simples para um problema complexo, já validado pelos principais bancos na Ibéria», justifica Hugo Augusto, executive board member da Semapa Next.

©LOQR
LOQR | A equipa da LOQR: João Cerdeira (CTO), Jorge Silva (fundador & CCO), Pedro Borges (fundador & COO), Ricardo Costa (fundador & CEO).

Com esta injecção de capital, a LOQR quer «investir na expansão internacional [para a região EMEA] e duplicar a equipa [a empresa vai abrir quarenta vagas: careers.loqr.io]» – o objectivo da start-up é «transformar o sector bancário e financeiro», diz Ricardo Costa, CEO.

A empresa tem ferramentas para que os bancos possam fazer a transição para o digital: abertura de conta remota, recuperação de acessos e actualização de dados, entre outras funcionalidades. Em Portugal, Activo Bank, Banco Montepio, Banco Português de Gestão, Banco Santander, BiG, Caixa Geral de Depósitos, Montepio Crédito e Novo Banco estão entre os clientes da LOQR.