Sensei: há uma nova start-up portuguesa recordista de financiamento seed

Esta start-up portuguesa tem uma tecnologia que permite que as lojas físicas tradicionais se transformem em espaços autónomos, ou seja, sem funcionários e/ou caixas registadoras.
©Sensei
©Sensei

A Sensei é a nova recordista de angariação de financiamento seed em Portugal. Esta startup conseguiu levantar 5,4 milhões de euros. Recentemente, houve outra empresa nacional que recebeu uma soma semelhante, embora numa fase pre-seed: a Coverflex.

A ronda foi liderada por duas empresas capital de risco: Seaya Ventures e Iberis Capital. O valor arrecadado vai servir para «acelerar o crescimento da equipa e a expansão global» da Sensei.

Tal como aconteceu na ronda pre-seed da Coverflex, esta também contou com a participação do 200M, do Banco Português de Fomento. os 5,4 milhões de euros juntam-se a outros seiscentos mil que a Sensei já tinha conseguido em rondas anteriores, o que eleva o financiamento total pre-seed aos seis milhões de euros.

Sensei na linha da Amazon, para criar as lojas do futuro

A start-up portuguesa tem uma tecnologia que permite que as lojas físicas tradicionais se transformem em espaços autónomos, ou seja, sem funcionários e/ou caixas registadoras.

©Sensei
©Sensei | A equipa da start-up: Joana Rafael (COO), Nuno Moutinho (CTO), Vasco Portugal (CEO) e Paulo Carreira (CSO).

Este conceito é, aliás, igual ao da Amazon, que já tem algumas lojas assim nos EUA e que foi apresentado há cinco anos: «Permitimos que os consumidores façam compras sem scan, pagamentos físicos ou caixas de checkout», explica Vasco Portugal, CEO e fundador da Sensei.

A tecnologia da Sensei é baseada em «câmaras, sensores e algoritmos de inteligência artificial», com os pagamentos a serem «feitos de forma 100% digital e automática, após a saída de loja com as compras».