Twitter está a desenvolver um botão ‘Undo’

O novo botão servirá também como temporizador em que a possibilidade de remover um tweet está disponível.
Twitter

Foi descoberta pela especialista em app Jane Manchun Wong uma animação na aplicação móvel do Twitter de um botão ‘Undo’ (desfazer), que indicia a forma de como a nova funcionalidade irá funcionar.

A interface mostra a mensagem tradicional “O seu Tweet foi enviado” por cima do novo botão ‘Undo’. O botão funciona também como temporizador com uma barra de progresso, que serve para mostrar ao utilizador quanto tempo tem para desfazer o envio do tweet. Esta funcionalidade, é semelhante a uma outra, já implementada no Gmail, que dá ao utilizador um período de tempo para parar o envio de uma mensagem de correio electrónico, depois de clicar no botão ‘Enviar’.

A implementação desta funcionalidade já tinha sido mencionada em rumores que tornavam parte de um dos níveis de subscrição paga do Twitter, depois de ter aparecido num inquérito feito aos utilizadores da rede social. Não é a mesma coisa que um botão que permite a edição de Tweets, uma funcionalidade que está na lista de desejos dos utilizadores há muito tempo (e que, provavelmente, nunca verá a luz do dia), ainda assim, permite impedir rapidamente a publicação de um Tweet se detectarem um erro, ou se se arrependerem do que escreveram.

No início deste ano, várias notícias davam conta de que o Twitter estava a procurar formas de implementar um sistema de subscrições pagas, como forma de diminuir a dependência da publicidade em resposta à concorrência do Facebook e do Snapchat. Essas subscrições, podem passar pelo acesso a funcionalidades como esta nova ‘Undo’ e a mais opções de personalização dos perfis.

Também foi mencionado que o Twitter estava a experimentar maneiras de uns utilizadores pagarem a outros por conteúdos exclusivos, uma funcionalidade que a empresa anunciou mais tarde sob o nome de ‘Super Follows’.

Jane Manchun Wong faz pesquisa sobre aplicações para dispositivos móveis e analisa o código na tentativa de encontrar funcionalidades que ainda não tenham sido lançadas, ou que estejam disponíveis, mas que não foram anunciadas. No ano passado, foi uma das primeiras pessoas a detectar a iniciativa Birdwatch do Twitter que permite aos utilizadores reportar informações falsas a circular no serviço.