Escolha o canal mais adequado para melhorar a velocidade da sua rede sem fios

Por vezes conseguir mais velocidade na rede Wi-fi é tão simples como usar o canal certo para evitar interferências. Nós explicamos.

As redes sem fios evoluíram muito nos últimos anos. Mesmo assim, conseguir-se uma boa velocidade de uma forma sustentada é um problema difícil de solucionar num grande número de situações. As causas são muitas, mas passam pela configuração do router, se há interferências, se vive num prédio de apartamentos ou numa moradia, o sítio onde está instalado o seu forno microondas (uma das maiores fontes de interferência) em relação à sua rede e a distância a que os dispositivos estão do router. Felizmente há formas de solucionar estes problemas.

Se alguma vez mexeu na interface de configuração do seu router Wi-fi, de certeza que deve ter encontrado a palavra ‘channel’ (canal). Muitos routers tem esta definição configurada para ‘Auto’, mas se clicar nessa definição aparece a indicação de 12 ou mais canais e deve ter-se interrogado se alguns são mais rápidos que outros. Bom, alguns canais são mesmo mais rápidos que outros, mas isto não quer dizer que comece já a mudá-los. Leia o resto do artigo para ficar a saber mais sobre os canais 802.11, interferências e a diferença em Wi-fi de 2,4 e 5 GHz.

A versão mais rápida de Wi-fi actualmente é a chamada ‘Wi-fi 6’, também conhecido 802.11 ax. Recentemente, mudou-se forma como as normas para as redes sem fios são chamadas, passou-se de um número seguido de uma letra (por exemplo 802.11 g) para um nome (Wi-fi 6) porque actualmente fazem-se muitas pequenas alterações às normas entre o lançamento das novas versões. Depois do Wi-fi 802.11ac lançado em 2013, tivemos o: .ad, .af, 802.11-2016, .ah, .ai, .aj e .aq. Foi esta a razão para a mudança de nome. Hoje já há uma nova norma, a Wi-fi 6E que permite utilizar os 5 e 6 GHz, mas ainda não está disponível muito hardware que funcione com este norma. 

Os canais 1, 6 e 11

Em 2020, a grande maioria ainda usam a gama de frequências dos 2,4 GHz, A norma 802.11ac, lançada em 2013, introduziu a utilização dos 5 Ghz, que foi expandida com a norma 802.11 ax ou Wi-fi 6, mas, graças à necessidade de haver retrocompatibilidade, aos routers com dois rádios, à utilização de dispositivos mais antigos e a questões de preço, os 2,4 GHz vão continuar a reinar durante algum tempo.

Todas as versões das redes Wi-fi até à 802.11n (as a, b, g e n) funcionam nas frequências entre os 2400 e os 2500 MHz. Os 100 MHz estão separados em 14 canais de 20 MHz cada. Como já deve ter reparado, 14 canais de 20 MHz dá muito mais que 100 MHz e como resultado disto, todos os canais de 2,4 GHz sobrepõem-se a pelo menos dois, senão quatro outros canais. Por isso, como já deve ter concluído, utilizar canais sobrepostos não é uma boa ideia, é mesmo a principal razão para que a rede sem fios não atinja o desempenho desejado.

Felizmente, os canais 1, 6 e 11 estão suficientemente separados para não se sobreporem. Num router sem MIMO (que use as normas 802.11 a, b ou g), deve sempre tentar usar os canais 1, 6 e 11. Se o seu router for 802.11n, com canais de 20 MHz, use os canais 1, 6 e 11. Se quiser usar canais de 40 MHz tenha em atenção que o espectro rádio pode estar mais congestionado nestas gamas de frequências, a menos que viva numa casa no meio do campo sem nada à volta.

Que canal usar numa zona com muitas redes Wi-fi?

Se quiser ter uma rede sem fios com um mínimo de interferências, os canais 1, 6 e 11 são as melhores escolhas. Mas, dependendo da existência de outras redes nas proximidades, um destes canais pode ser uma melhor opção em relação aos outros.

Por exemplo, se estiver a usar o canal 1, mas alguém na casa ao lado estiver a usar o canal 2, a velocidade da sua rede vai cair a pique. Nessa situação devia mudar para o canal 6 ou 11 para evitar essa interferência. Pode ser tentador usar outro canal que não o 1, 6 ou 11, mas lembre-se que, nesse caso, será a causa da interferência e um seu vizinho que esteja a usar o canal 1, 6 ou 11 fará com que a velocidade da sua rede perca velocidade.

Numa situação ideal, falaria com os seus vizinhos para que toda a gente usasse os canais 1, 6 ou 11. Tenha em atenção que as paredes interiores reduzem bastante o sinal. Se houver uma parede de tijolo entre o seu apartamento e o do seu vizinho do lado, provavelmente ambos podem usar o o canal 1 sem interferências. Mas se for uma parede mais final, ou existirem muitas janelas, devem usar canais diferentes.

Existem muitas ferramentas para o ajudar a encontrar os canais mais limpos de interferências, como a Vistumbler. Mas é mais rápido simplesmente alternar entre os canais 1, 6 e 11 até encontrar um que funcione bem.

E os 5 GHz?

Uma coisa boa acerca das redes sem fios que funciona na gama dos 5 GHz (802.11n, 802.11ac e Wi-fi 6) é que o espectro está muito mais livre e oferece 23 canais de 20 MHz que não se sobrepõem. Os 6 GHz vai continuar esta tendência, com ainda mais espaço, apesar de ter uma propagação de sinal um pouco pior.

Começando com a 802.11n e seguindo para a 802.11ac, nota-se que tecnologia de rede sem fios em geral já pouco tem a ver com os dias das normas 802.11b e g. Se tiver um router 802.11n ou 802.11ac, terá quase de certeza o hardware interno que escolhe o melhor canal automaticamente e modifica a potencia do sinal para maximizar o desempenho e minimizar a interferência.

Se usar a banda dos 5 GHz e se as paredes exteriores da sua casa não forem muito finas, a atenuação e a escassez de dispositivos de 5 GHz reduzem bastante a possibilidade de haver interferências, possibilitando até a utilização dos canais de 40, 80 e 160 MHz, se quiser.