Qualidade dos conteúdos Netflix regressa à normalidade

Netflix_Logo

Depois de em Março ter acedido ao pedido do comissário europeu Thierry Breton, em que reduziu a qualidade de reprodução dos seus conteúdos, para não sobrecarregar a infra-estrutura de internet do continente europeu durante a pandemia do novo Coronavírus, a Netflix anunciou ao jornal online alemão Heise que estaria a remover as limitações aplicadas em Março.

Embora esta limitação estivesse prevista para ficar em vigor durante apenas 30 dias, só agora foram reunidas as condições para as remover, já que as condições de acesso à internet estabilizaram com a retoma da economia em alguns mercados europeus.

Também a Amazon, com a sua plataforma Prime Video, o YouTube e a Disney aplicaram limitações na qualidade de reprodução dos seus conteúdos, mas não foram reveladas as datas de levantamento dessas mesmas restrições.