Anunciados os vencedores do Secur’IT Cup

Kaspersky

O Secur’IT Cup, promovido pela Kaspersky Academy, junta estudantes universitários de todo o mundo num concurso que tem como o objectivo a apresentação de novas ideias na área da cibersegurança.

Este ano, os participantes com diferentes perfis académicos (estudantes e jovens investigadores) foram desafiados a desenvolver projectos para resolverem problemas de cibersegurança reais que afectam os sectores financeiro, automóvel e de machine learning.

Isto incluiu, por exemplo, a criação de protótipos de soluções de software e hardware, fragmentos de código e uma política baseada na investigação.

A equipa russa Sploit00n, da National Research Nuclear University MEPhI, conquistou o primeiro prémio, com o projecto “Malwario”, um sistema baseado em Inteligência Artificial (IA), responsável pela detecção de software malicioso desconhecido com aceleração de hardware, ganhando 10 mil dólares.

Os restantes lugares do pódio foram atribuídos à equipa do Instituto de Tecnologia de Singapura e Marius Benthin (Unidade de Ciências Aplicadas de Darmstadt) que se classificaram em 2º e 3º lugares, respectivamente.

Denis Barinov, director da Kaspersky Academy, assinalou: “Secur’IT CUP é um dos projectos mais importantes da Academia Kaspersky, pois permite-nos reunir jovens talentos na área da cibersegurança vindos de diferentes pontos do globo, para que partilhem conhecimentos, se relacionem e compitam entre si. Estamos convictos que este tipo de iniciativas são uma fonte de inovação e que as colaborações internacionais contribuem para, em última instância, fazer do mundo um local mais seguro”.

A edição deste ano do Kaspersky Academy Partners Summit – uma iniciativa da Kaspersky Academy – acolheu quase 50 parceiros académicos de todo o mundo, que vieram a Portugal conhecer as novidades Kaspersky ao nível dos programas de formação para o público universitário (estudantes, docentes e investigadores), ficando ainda a par do panorama actual de ciberameaças e das tendências e desafios de cibersegurança para 2020.

Entre os presentes no evento, também estiveram universidades portuguesas, como a Universidade Nova de Lisboa, ISCTE-IUL e a Universidade Europeia.