DescomplicómetroDicas

Sistemas de zoom periscópico

Uma das soluções mais inovadoras introduzidas pelo Huawei P30 Pro é o sistema de zoom óptico periscópico. Sabia que esta solução já tinha sido usada noutros dispositivos?

Se já viu um submarino, seja na vida real, num livro ou num filme, saberá que um dos elementos que rapidamente o identificam é o periscópio, uma solução utilizada para permitir “transportar” a imagem através de um jogo de prismas e espelhos.

Este recurso permite, no caso dos submarinos, que o mesmo possa estar totalmente submerso e que os seus ocupantes possam observar o que se passa à superfície. Existem várias aplicações que utilizam este princípio, em situações completamente distintas, como o sistema de iluminação ambiente em divisões interiores de casas, como o “túnel de luz” utilizado pelas marcas Velux ou Solartube. Mas há mais…

Fotografia “periscópica”
Esta solução já foi utilizada em máquinas fotográficas compactas, que precisavam de ter o espaço do mecanismo de zoom reduzido ao mínimo possível. Uns bons exemplo disso foram as Sony Cyber-Shot da série TX, que tinham a particularidade de ter um corpo com as mesmas dimensões (comprimento e altura) de um cartão de crédito, com um mecanismo de zoom interno, dentro do sistema periscópico, entre o sensor e o espelho. Este modelo, embora muito prático, tinha limitações significativas, como a perda de detalhe nas extremidades da imagem, bem como a quebra de luminosidade causada pelas lentes que teriam a tarefa de ajuste da amplitude focal do sensor.

Implementação nos smartphones
Por ocupar um espaço tão curto e oferecer uma versatilidade enorme, era uma questão de tempo até que os fabricantes de smartphones integrassem este sistema nos seus terminais. Embora, até então, só a Oppo tenha demonstrado soluções com zoom óptico variável, até dez vezes, conforme mostraram durante o Mobile World Congress, só a Huawei foi capaz de lançar no mercado o primeiro smartphone do mundo a utilizar este tipo de sistema, o P30 Pro.

Porém, para evitar algumas das limitações desde sistema, o este smartphone não usa um mecanismo de zoom, mas sim um sistema periscópico um zoom fixo de 5x com estabilização de imagem óptica (tanto no sensor como nas lentes). Para permitir oferecer níveis de zoom distintos, como um de 3x, o P30 Pro utiliza uma combinação das imagens captadas pelo sensor de 8 MP telefoto e do sensor principal de 40 MP, sendo a imagem processada pelo poderoso sistema de inteligência artificial.

Esta solução, designada ‘Huawei Hybrid Zoom Technology’, acaba por não ser tão eficaz, em termos de detalhe, quanto uma objectiva com zoom óptico de 3x (como o sensor do P30), mas garante uma versatilidade única ao novo smartphone de topo desta marca chinesa.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×