Check Point analisa a mais recente actualização para o Google Chrome

Alguns esquemas de malvertising são difíceis de bloquear.
Google Chrome New
Google/ Chrome

A equipa de pesquisa da Check Point Software alerta para as implicações do lançamento da mais recente actualização para o browser Chrome que tem como principal preocupação melhorar a eficácia do bloqueador de anúncios.

Com o Chrome 71, quando um anúncio online for identificado por estar a ter um mau desempenho ou por estar a disseminar conteúdos maliciosos – como tentar redireccionar os utilizadores para websites não desejados, ou produzir pop-ups ou falsos erros no sistema – os donos do site terão trinta dias para reportar o problema, antes que vejam os seus anúncios bloqueados por completo.

No entanto, eliminar por completo o problema da publicidade maliciosa (também conhecida por malvertising) continua improvável de acontecer, pelo menos num futuro próximo.

Alguns esquemas de malvertising são difíceis de bloquear, uma vez que são disseminados através de um complexo sistema de redes de terceiros, que usa a estrutura adjacente à indústria da publicidade online.

Os anúncios são posicionados, caso contrário legitimam os websites que, sem saberem, têm publicidade que existe apenas com o intuito de disseminar malware e outro tipo de ciberataques para que os utilizadores cliquem neles, inadvertidamente.

O Chrome 71, ao provar-se efectivo, ajudará a cortar nos pagamentos que os editores abusivos recebem por explorar as redes de anúncios. Como foi possível observar ao longo de 2018, o crypto-mining tornou-se no malware mais popular a nível global, simplesmente porque é efectivo e lucrativo para os criminosos.

É, por isso, provável que os editores abusivos se voltem para uma utilização mais alargada do malware de crypto-mining, implementados tanto nos sites legítimos como nos mais duvidosos.

A Check Point Software refere, ainda, que as organizações necessitam ter uma abordagem multicamadas relativamente à sua cibersegurança para permanecerem totalmente protegidas tanto das ameaças que já conhecem, mas também contra malware desconhecido e ameaças zero-day, de que é exemplo o malvertising.

Via Check Point Software Technologies Ltd.

Categorias
InternetNotíciasSegurançaSoftware

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link