Notícias

Sistema de cabo submarino do Sul do Atlântico liga Angola e Brasil

NEC SACSNEC/ SACS

A Angola Cables S.A. e a NEC Corporation anunciaram que a construção do Sistema de Cabo Submarino do Sul do Atlântico (SACS), que liga Angola e Brasil, foi concluída.

O sistema de cabos SACS, que conta com as mais recentes tecnologias de transmissão óptica e com capacidade inicial de 40Tb/s, tem amarração na estação terrestre de cabo de Sangano, em Angola, e irá fornecer conectividade ao centro de dados Angonap. No Brasil, o SACS irá ter amarração directamente num centro de dados em Fortaleza.

A Angola Cables opera o SACS, o centro de dados de Fortaleza e a Angonap. Desta forma, a Angola Cables irá permitir ligar Angola e África directamente com o Brasil e os EUA através do SACS e do outro cabo, aumentando a conectividade existente entre África e os EUA e que até agora se processava através da Europa.

“A nossa ambição é transportar pacotes de dados da América do Sul e Ásia através do nosso hub africano utilizando o SACS e, juntamente com o Monet e o WACS, fornecer uma mais eficiente opção de conectividade directa entre a América do Norte, Central e do Sul com a África, Europa e Ásia. Ao desenvolver e conectar ecossistemas que permitem que o tráfego IP local seja enviado e recebido local e regionalmente, a eficiência das redes que fornecem o Hemisfério Sul pode ser amplamente melhorada. À medida que estes desenvolvimentos progredirem, eles terão um impacto considerável no futuro crescimento e configuração da Internet global”, disse António Nunes, CEO da Angola Cables.

“A NEC tem a honra de ter sido escolhida como parceira para o SACS, o primeiro sistema de cabo óptico submarino a cruzar o Sul do Atlântico, conectando directamente duas nações lusófonas, Angola e o Brasil”, disse Toru Kawauchi, Director Geral da Divisão de Redes Submarinas da NEC.

“Até aqui, toda a comunicação entre os dois continentes tinha de ser feita pelo norte, atravessando o Norte do Atlântico. A partir de agora, este novo cabo irá trazer informações à velocidade da luz, melhorando a conectividade entre as duas nações e os dois continentes. Estamos muito satisfeitos pela conclusão bem-sucedida do SACS e desejo continuar a construir a nossa relação com a Angola Cables”.

Via NEC, Angola Cables S.A.

PCGuia
Luis Vedor
Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link