NEC leva IA às redes de cabos submarinos

A NEC anunciou planos para continuar esta pesquisa baseada em IA.
Inteligência Artificial

A NEC Corporation anunciou a realização de testes de transmissão bem-sucedidos num cabo submarino comercial com mais de 10 mil quilómetros, usando a Inteligência Artificial (IA) e modelagem probabilística numa modulação de 64QAM.

A NEC, numa pesquisa publicada em conjunto com a Google, demonstrou que o cabo submarino FASTER “pode ser melhorado para uma eficiência espectral de 6 bits por segundo por hertz (b/s/Hz)”.

Isto representa “uma capacidade de mais de 26 terabits por segundo (Tb/s) na banda-C, que é mais de 2½ vezes a capacidade originalmente planeada para o cabo, sem gastos adicionais de capital em equipamento submarino”.

A equipa obteve este resultado utilizando modelagem probabilística near-Shannon numa modulação de 64QAM, e a Inteligência Artificial (IA) foi usada para analisar dados com a finalidade de compensação de não-linearidades (CNL).

A NEC desenvolveu um algoritmo CNL baseado em redes neuronais profundas (DNN) orientadas a dados, para estimar com eficiência e precisão a não-linearidade do sinal.

Os resultados destes testes foram apresentados na sessão pós-prazo da Conferência e Exibição de Comunicações em Fibra Óptica (OFC) 2018 realizada em San Diego, Califórnia.

A NEC anunciou planos para continuar esta pesquisa baseada em IA, com o duplo objectivo de aumentar a capacidade do sistema e de reduzir a complexidade de implementação.

Via NEC Corporation.

Categorias
PCGuia Pro

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link