Mercado de memórias 3D NAND também em queda

Tal como as placas gráficas, também as memórias do tipo 3D NAND estão em queda, fruto da menor procura por novos computadores e dispositivos móveis.

SSD Samsung

Aos poucos vão surgindo os resultados do último trimestre de vários sectores, e após ontem terem sido revelados os resultados desastrosos nas vendas de GPU’s, que caíram para os números registados em 2009, altura da última grande recessão global, agora foi a vez dos chips de memória 3D NAND demonstrarem que todo o mercado está em queda.

Segundo a consultora TrendForce, a procura por chips de memória 3D NAND caiu abruptamente no último trimestre, muito por culpa da queda na procura de novos computadores (desktop e portáteis), bem como de dispositivos móveis (smartphones e tablets). Ao todo, o mercado deste tipo de componentes caiu 24.3% face ao trimestre anterior.

Em termos de quota de mercado, a Samsung continua a dominar as vendas, com 31.4% de quota de mercado, tendo esta registado uma queda de 1.6% face ao trimestre anterior. Já a Kioxia, que perdeu valor em receitas, conseguiu aumentar significativamente a sua quota de mercado, de 15.6% para 20.6%, um aumento de 5%.

Já os restantes mantiveram as suas posições, e quotas de mercado praticamente inalteradas, como o Grupo SK (SK Hynix e Solidigm) a manterem os 18.5% (19.9% no trimestre anterior), a WDC com 12.6% (13.2% em Q2), a Micron com 12.3% (anteriormente 12.6%) e os restantes nos 4.6% (5.6% anteriormente). A TrendForce não acredita que, até ao final do ano, os resultados melhorem, nem mesmo com períodos anteriormente positivos como Black Friday e o Natal.