Instagram reforça verificação de idade para crianças com mais dois métodos de prova

A idade mínima para criar uma conta no Instagram mantém-se, ainda assim, nos treze anos.

©Instagram / DR.
©Instagram / DR.

As crianças que tentarem enganar o Instagram podem, a partir de agora, ter a vida dificultada, em Portugal. A Meta adicionou mais dois métodos que obrigam a provar a idade, que vão além de tirar uma fotografia ao Cartão do Cidadão (CC).

Segundo a Meta, as duas novas ferramentas (que tinham sido anunciadas no final de Outubro) já estão disponíveis e passam por «gravar um vídeo em formato selfie ou pedir a amigos em comum, com mais de dezoito anos, que verifiquem a idade». Isto é válido para novas contas e para quem tentar alterar o ano de nascimento, tendo já uma conta no Instagram.

No caso da verificação por vídeo, a Meta fez uma parceria com a Yoti, o «principal fornecedor de verificação de idade para vários sectores em todo o mundo, incluindo redes sociais, jogos e e-commerce». Segundo a Meta, esta tecnologia «não reconhece identidades, apenas idades».

A Meta diz estar a testar estas possibilidades para «garantir que adolescentes e adultos tenham uma experiência adequada à sua faixa etária», diz a empresa em comunicado; este reforço de verificação de idade chega quase dois anos depois de a rede social ter criado este requisito, até aqui limitado ao CC.

A idade mínima para criar uma conta no Instagram mantém-se, ainda assim, nos treze anos.