Depois da Madeira, os livros digitais em tablets Samsung da iniciativa Manuais Digitais da Samsung chegam aos Açores

Nos Açores, a iniciativa dirige-se a alunos dos 5.º e 8.º anos; no geral, a Samsung espera alargar a Manuais Digitais a «quinze mil alunos, até 2024».

A iniciativa Manuais Digitais, criada pela Samsung em parceria com as secretarias regionais de educação das regiões autónomas, vai estrear-se nos Açores. O conceito é passa por disponibilizar livros escolares da Porto Editora em tablets Galaxy aos alunos.

Esta entrada nos Açores acontece cerca de três anos depois de o programa ter entrado na Madeira. Segundo dados da Samsung, a Manuais Digitais chegou a «dez mil alunos» e o aproveitamento escolar neste arquipélago «aumentou 2,5%», com o destaque de as notas a Matemática terem melhorado «4,3%».

Nos Açores, a iniciativa dirige-se a alunos dos 5.º e 8.º anos; no geral, a Samsung espera alargar a Manuais Digitais a «quinze mil alunos, até 2024». O objectivo é «preparar alunos e professores para a transição digital nos Ensinos Básico e Secundário».

Sofia Ribeiro, secretária regional de educação da região autónoma dos Açores lembra que «ampliar as soluções de escola digital na região e reforçar o acesso dos alunos e professores à tecnologia (…) é um primeiro passo para reforçar as suas competências digitais e inovar nos métodos de aprendizagem».