Spotify: a partilha de playlists Fusão foi alargada a mais amigos e a artistas

Além dos amigos, a Fusão passa também a estar disponível com um conjunto de artistas seleccionados pelo Spotify.

©Omid Armin
©Omid Armin

A funcionalidade Fusão (Blend) do Spotify, que permite “misturar” músicas de acordo com os gostos musicais de duas pessoas nesta plataforma de streaming, chega agora a dez pessoas. A disponibilidade continua a estar garantida para utilizadores dos planos premium e free.

Agora, o limite passa a ser dez pessoas: as playlists criadas pela Fusão (é o Spotify que escolhe as músicas de forma automática, não os utilizadores) juntam, assim, «músicas e recomendações que reflictam os gostos e preferências musicais» de cada participante deste grupo.

Para criar uma Fusão com até dez pessoas (é possível criar mais que uma), o método era o que já existia – basta procurar pela opção com recurso ao ícone da lupa que está no menu da base, no ecrã principal do Spotify.

©PCGuia / DR.
©PCGuia / DR.

Depois, apenas é necessário tocar no quadrado verde ‘Cria uma fusão’ com um ‘+’ branco que aparece e convidar amigos (imagem em cima). Na playlist Fusão criada, cada música tem a indicação do utilizador que deu origem à entrada deste tema para a lista.

Além dos amigos, a Fusão passa também a estar disponível com um conjunto de artistas seleccionados pelo Spotify, na maioria nomes pouco conhecidos do panorama musical (Camilo, Badshah, Kim Loaiza, Bennett Coast, AB6IX, entre outros) – a excepção será os BTS ou Charli XCX. Segundo a plataforma, esta lista será actualizada com mais nomes.