Se usa o Google Chrome deve actualizá-lo o quanto antes

Foi descoberta uma nova vulnerabilidade no Google Chrome que permite a execução de código não autorizado.

Chrome_Logo_New

Se usa o browser Chrome da Google, deve actualizá-lo para a versão mais recente o quanto antes. Clique nos três pontos que estão no canto superior direito da janela do browser, depois clique em ‘Definições’ e depois escolha a opção ‘Acerca do Chrome’. Se a versão do browser for antiga, o programa actualiza para a mais recente. Se aparecer uma mensagem de erro durante a actualização recarregue a página até conseguir actualizar.

Chrome_1

A Google lançou a versão 99.0.4844.84 do Chrome no final da semana passada, para resolver uma vulnerabilidade descoberta recentemente. Apesar da actualização já estar a ser distribuída, a Google diz que pode demorar dias, ou mesmo semanas, até chegar a todos os utilizadores. 

A vulnerabilidade tem a referência CVE-2022-1096, mas a publicação da Google não dá muitos detalhes sobre ela. A empresa recebeu um aviso anónimo que deu conta de um bug ‘Type Confusion’ no V8, o motor JavaScript do Chrome. As vulnerabilidades ‘Type Confusion’ emergem quando o código faz uma chamada a um objecto sem o verificar. Segundo a Microsoft, estas vulnerabilidades são perigosas porque permitem a execução de código não autorizada.

Os três principais browsers, Chrome, Firefox e Microsoft Edge, estão prestes a chegar à versão 100. Quando chegarem, alguns sites podem deixar de funcionar, ou podem apresentar erros, por causa dos browsers terem um número de versão com três dígitos. A Google e a Mozilla estão a trabalhar em formas de mitigar este problema antes de Chrome chegar à versão 100 esta semana e o Firefox chegar também à versão 100 em Maio.