Google Chrome chega à versão 100

A Google já começou a distribuição da centésima versão do browser Chrome, que traz várias novidades por dentro e por fora.

Google Chrome New
Google

A versão 100 do Google Chrome vai facilitar a organização das janelas do browser em setups com vários monitores através da API ‘Multi-screen Window Placement’ e também vai começar a usar menos strings User-Agent.

As strings User-Agent, são usadas pelos sites e serviços online para identificarem os browsers, de forma a formatarem-se de acordo com as respectivas capacidades.

A partir de versão 100 do Chrome, a Google vai começar gradualmente a deixar de usar strings User-Agent e começar a usar User-Agent Client Hints, que, segundo a empresa, preservam mais a privacidade dos utilizadores.

Se ainda estiver a usar a versão 98 (ou anterior) do Chrome, deve actualizá-lo o mais depressa possível, porque a versão 99, lançada na semana passada, resolveu um problema de segurança grave, que afecta o motor de JavaScript do browser. 

Para instalar a mais recente versão do Chrome, clique nos três pontos, que estão no canto superior direito da janela do browser, depois clique em Ajuda e Acerca do Google Chrome, na coluna da esquerda. A partir daqui, o browser verifica automaticamente se existe uma nova versão e, se existir, actualiza-se sozinho.

O sistema operativo Chrome OS também chegou à versão 100 e traz um novo lançador de aplicações. A partir desta versão, os utilizadores vão poder organizar as aplicações por cor ou nome. Também podem organizá-las manualmente. A partir de agora, o lançador de aplicações também mostra mais informação nos resultados das buscas.

O Chrome OS deve actualizar automaticamente quando se liga à Internet. O número da versão pode ser vista na opção ‘Google Chrome OS’ nas definições do sistema. Se não tiver a versão mais recente, aceda a ‘Definições’, ‘Acerca do Chrome OS’ (Settings, About Chrome OS, Check for Updates) e, por fim, clique em ‘Verificar actualizações’, para forçar a actualização manual.