Ciência, tecnologia e artes: esta é a “receita” do programa de inovação S+T+ARTS da Comissão Europeia

O S+T+ARTS 2022 vai atribuir dois prémios: Colaboração Inovadora e Exploração Artística, cada um deles de vinte mil euros.
©STARTS
©STARTS

Estão abertas as candidaturas para a edição de 2022 do programa S+T+ARTS, uma iniciativa da Comissão Europeia que tem como objectivo promover «projectos de cooperação e inovação» que juntem ciência, tecnologia e artes.

A open call está aberta até 2 de Março no site do S+T+ARTS; em Abril, um júri reúne-se para avaliar os projectos submetidos e a meio de Junho serão anunciados dois vencedores. Finalmente, em Setembro, estes projectos serão mostrados no Ars Electronica Festival.

O S+T+ARTS 2022 vai atribuir dois prémios: Colaboração Inovadora e Exploração Artística, cada um deles de vinte mil euros. O primeiro vai destacar a «colaboração inovadora entre a indústria ou tecnologia e os sectores artísticos e criativos que abrem novos caminhos para a inovação»; o segundo tem como objectivo «homenagear as investigações artísticas e trabalhos cuja adopção pelas artes demonstrem grande potencial para influenciar ou alterar o uso, aplicação ou percepção da tecnologia».

Entre os parceiros do STARTS Prize – Innovation at the Nexus of Science, Technology and the Arts está a portuguesa INOVA+, uma consultora de inovação; os outros membros são a Bozar, a Waag, a T6 Ecosystems, a French Tech Grande Provence e a Frankfurter Buchmesse.