Nvidia abandona negócio de aquisição da ARM

Depois de uma forte oposição por parte de empresas como a Google, Microsoft e Qualcomm, bem como das autoridades reguladoras de mercado, a Nvidia desiste da compra da ARM.
ARM_NVIDIA

Em Setembro de 2020, a Nvidia anunciava que tinha chegado a acordo com a Japonesa Softbank, para a aquisição da ARM, num negócio que envolveria 40 mil milhões de dólares, cerca de 35.4 mil milhões de euros. Como seria de prever, este seria um negócio bastante complicado, tendo o mesmo sido imediatamente condenado por empresas como a Google, Microsoft e Qualcomm, o que levou as autoridades reguladoras de mercado a intervir.

Após inúmeras tentativas de contrariar as alegações criadas, mesmo tendo garantido às entidades reguladoras que iria manter uma posição neutra, e garantir aos actuais clientes da ARM o acesso à propriedade intelectual da empresa, a Nvidia acabou por desistir da compra. Esta desistência implicará que a Nvidia terá que pagar à ARM 1.25 mil milhões de dólares (1.1 mil milhões de euros), pelo não cumprimento do contrato da compra.

Apesar do abandono deste negócio, a Nvidia continuará interessada em colaborar com a ARM, algo que tem vindo a ser feito ao longo de vários anos. Esta situação levará a ARM a considerar outras opções para se financiar, sendo a sua entrada em bolsa uma das opções em cima da mesa.