A primeira versão oficial da norma PCI Express 6.0 permite 256 GB/s de largura de banda

O PCI Special Interest Group publicou a primeira versão oficial da norma PCI Express 6 que é capaz de transferir 256 GB/s.
Encaixe PCI Express

Embora, neste momento, os computadores com PCI Express 5.0 serem uma novidade e só agora é que estão a ser mostrados os primeiros componentes compatíveis com este norma, o consórcio PCI Special Interest Group (PCI SIG) publicou esta semana as primeiras especificações oficiais para a futura norma PCI Express 6.0 que oferece o dobro da largura de banda disponibilizada pelo PCI Express 5.0.

A publicação da primeira versão oficial vem depois da publicação de várias versões preliminares ao longo de vários anos, tendo a último sido publicada em Outubro de 2021.

Tal como acontece com as versões actuais, a especificação PCI Express 6.0 é compatível com as gerações passadas. A principal novidade desta norma é que duplica a velocidade para 64 GT/s (gigatransfers por segundo) e também duplica a largura de banda máxima para 256 GB por segundo nas vias de 16X. Outras funcionalidades incluem Pulse Amplitude Modulation com quatro níveis (PM4), Lightweight Forward Error Correct (FEC), Cyclic Redundancy Check (CRC) e Flow Control Units (Flits)

De acordo com uma publicação do PCI-SIG, é a funcionalidade PAM4 que permite chegar a uma largura de banda tão alta. Esta funcionalidade modula o sinal em quatro níveis, integrando dois bits de informa num canal em série ao mesmo tempo.

Como é de esperar, uma largura de banda mais alta gera uma maior quantidade de erros, que são corrigidos pelas funcionalidades FEC e CRC. Essa largura de banda e funcionalidades obrigam o hardware PCI Express 6.0 a mudar para o modo de comunicação Flit.

No mercado do hardware para computadores domésticos ainda se está a fazer a transição da norma PCI Express 3.0 para PCI Express 4.0 e algumas empresas já estão a apresentar os primeiros SSD compatíveis com PCI Express 5.0. O PCI-SIG diz que, inicialmente, o hardware PCI Express 6.0 vai aparecer em primeiro lugar nos data centers, aplicações industriais, industria automóvel e aeroespacial.