Plataforma COVID-19 Insights reforçada com um novo modelo matemático que prevê a ocupação hospital

Com este reforço, o "novo" modelo permite que haja uma «melhor compreensão da eficácia de medidas de contenção da COVID-19».
©Sharon McCutcheon
©Sharon McCutcheon

O grupo de investigação da Nova Information Management School (NOVA IMS) liderado por Jorge M. Mendes e Pedro S. Coelho actualizou o modelo matemático de previsão de propagação do coronavírus que serve de base à plataforma COVID-19 Insights.

Agora, o SEIR (a designação dada à formula que permite fazer as previsões e que significa ‘Suscetíveis, Expostos, Infeciosos e Recuperados’) passa a contar com «um novo compartimento» que considera a «ocupação hospitalar».

O modelo torna-se «mais sofisticado» e dá a capacidade às autoridades de «prever as hospitalizações», explicou Pedro S. Coelho à PCGuia. A nova fórmula já está “debaixo do capot” do COVID-19 Insights e os resultados também podem ser consultados pelo público em geral.

Com este reforço, o “novo” SEIR permite, assim, que haja uma «melhor compreensão da eficácia de medidas de contenção da COVID-19», o que é «essencial para o apoio a autoridades públicas na previsão de momentos e intensidade de aplicação dessas medidas para evitar a implosão de sistemas de saúde», lembram Jorge M. Mendes e Pedro S. Coelho.

O whitepaper ‘Addressing hospitalisations with non‑error‑free data by generalised SEIR modelling of COVID‑19 pandemic’, que detalha a nova fórmula matemática e explica o contexto em que é aplicado, pode ser lido no site da revista Nature.