Novo Ecossistema de Inovação da Nova SBE em Carcavelos arranca com sessenta startups

A organização deste «laboratório vivo», como lhe chama a Nova SBE, está feita com base em cinco áreas.
©Nova SBE
©Nova SBE

A universidade Nova SBE em Carcavelos (Oeiras, Lisboa) criou um novo espaço que tem o objectivo de juntar «centros de investigação aplicada, professores, alunos, start-ups, empresas e outros players» para «soluções inovadoras que criem impacto na sociedade».

O Ecossistema de Inovação, que serve também como incubadora de novas empresas (nacionais e estrangeiras) começou a operar com sessenta startups numa lógica de «co-criação», explicam os responsáveis da universidade.

Além destas startups, o hub conta com a parceria de Grupo Ageas Portugal, CEiiA, CyberGym, INCM Lab, Morais Leitão, Oceano Fresco, Schréder, SIBS e NOS.

Alunos ajudam empresas a desenvolver projectos

A organização deste «laboratório vivo», como lhe chama a Nova SBE, está feita com base em cinco áreas: Co.Innovation Lab, Digital Experience Lab, Data Science Knowledge Center, Haddad Entrepreneurship Institute (incubação de startups de alunos da universidade) e Westmont Institute of Tourism & Hospitality (inovação em turismo).

Outro dos pontos fortes deste novo conceito de inovação e desenvolvimento da Nova SBE, passa por «alocar alunos» para ajudar empresas a desenvolverem «projectos específicos», que se podem relacionar com cidades inteligentes, Espaço, economia e saúde.

Este novo Ecossistema de Inovação da Nova SBE pode ser conhecido com mais detalhes aqui.