Gigabyte revela overclock de 8 GHz com novos Intel Alder Lake-S, mas o resultado é falso.

A Gigabyte publicou um resultado de overclock de 8,0 GHz com o novo Intel Core i9-12900K, mas várias vozes já vieram comprovar que o resultado é falso.

A Gigabyte publicou, recentemente, a obtenção de um impressionante feito de overclock com o novo Intel Core i9-12900K, utilizando uma motherboard Gigabyte Z690 Aorus Tachyon e azoto líquido (LN2) para o seu arrefecimento. O problema é que este feito é falso, segundo o criador da aplicação CPU-Z, onde o resultado deste overclock foi oficializado.

À partida, este resultado aparentava ser válido, até porque o mesmo foi obtido pelo popular overclocker HiCookie, que é apoiado pela Gigabyte, logo, tem acesso a todo o hardware da marca que deveria ser necessário para obter este tipo de resultados, que são posteriormente utilizados como acções de marketing e publicidade da marca. O problema é que foi o próprio criador da aplicação CPU-Z quem veio revelar que o resultado é falso, e explicou no Twitter as suas razões.

Segundo Doc TB, a Intel e os fabricantes estão a par de um bug relacionado com a validação do PLL interno do CPU, quando é utilizado um rácio de CPU superior a 63. A Intel chegou a lançar um patch que resolve este bug, designado “FLL_OC_MODE”, que quando implementado, permite reportar os valores de PLL correctos quando utilizar rácios acima de 63. Este patch foi igualmente aplicado no CPU-Z, a partir da versão 1.98.

Porém, o problema é que é possível activar o “FLL_OC_MODE” durante o arranque, mesmo após ter alterado o rácio do processador, o que implicaria que o PLL do processador estará a reportar uma frequência superior à frequência real. Ou seja, é perfeitamente possível que este processador, que supostamente está a trabalhar a 8000 MHz, poderá estar, na realidade, a 7000 MHz. A única maneira de resolver isso seria a Intel implementar uma correcção por hardware no processador, algo que custaria milhões de dólares, pois exigia alterar o processo de fabrico do mesmo.

Já outras vozes se levantaram contra a publicação deste resultado, já que segundo os passos “oficiais”, ninguém conseguiu obter mais que 7.5 GHz de overclock com os novos processadores Intel Alder Lake-S. O overclocker alemão Der8auer é uma das vozes mais críticas relativamente à situação, tendo publicado um vídeo em que afirma categóricamente que “uma marca” está a publicar resultados de overclock falsos.