Como usar os Ambientes de Trabalho virtuais no Windows 11

Os Ambientes de Trabalho virtuais do Windows são uma boa forma de organizar os vários programas que usa todos os dias para evitar distracções.

Se costuma ter muitas janelas abertas no Windows, os Ambientes de Trabalho virtuais são uma boa forma de arrumar o seu trabalho e permite a criação de espaços específicos para tarefas específicas.

Por exemplo, pode ter o seu cliente de email e calendário num Ambiente de Trabalho a ocupar todo o ecrã e o processador de texto noutro e alternar entre os dois.

A possibilidade de criar Ambientes de Trabalho virtuais já existe no Windows há muito tempo, mas foi no Windows 10 que esta funcionalidade foi implementada de uma forma mais fácil de usar pela grande maioria dos utilizadores.

Vejamos como pode usar esta funcionalidade no Windows 11:

Onde encontrar ou ligar a funcionalidade de Ambientes de Trabalho virtuais

Os Ambientes de Trabalho virtuais devem estar ligados por defeito no Windows 11, assim que estiver instalado no seu computador. O ícone dos Ambientes de Trabalho virtuais está na Barra de Tarefas, é o cinzento com dois quadrados a seguir ao ícone da lupa.

Tarefas_2

Se este ícone não estiver presente na sua Barra de Tarefas, pode ser que a funcionalidade esteja desligada. Para a ligar, aceda às ‘Definições’ do sistema operativo (clique no botão ‘Inicio’ e depois clique no ícone da roda dentada). Em alternativa, pode clicar com o botão direito do rato em cima da barra de tarefas e depois em ‘Definições da barra de tarefas’.

Na coluna da esquerda, clique em ‘Personalização’ e depois clique em ‘Itens da barra de tarefas’ para mostrar as diversas opções.

Deve ligar o interruptor junto a ‘Vista de tarefas’.

Passar com o apontador do rato ou clicar na Vista de Tarefas

Depois de confirmar que os Ambientes de Trabalho virtuais estão ligados, pode passar com o apontador do rato por cima do ícone da Vista de Tarefas para ver os Ambientes de Trabalho virtuais que estão activos, ou criar mais um. O Ambiente de Trabalho activo tem um traço por baixo da imagem a indicá-lo.

Se não existirem mais Ambientes de Trabalho no Windows, aparece apenas um rectângulo vazio com a indicação para criar um novo. Basta clicar nesse rectângulo para criar um Ambiente de Trabalho, que é uma cópia integral do Ambiente de Trabalho principal do Windows, mas sem qualquer janela aberta. Se abrir uma aplicação nesse Ambiente de Trabalho, ela ficará apenas lá, não se misturando com as que estão abertas nos outros.

No entanto, pode passar dados entre aplicações, quer através da gravação de ficheiros no disco, quer através da funcionalidade de cópia, corte e colagem de dados da Área de Transferência, ou clipboard.

Se clicar com o botão direito do rato por cima de um dos Ambientes de Trabalho que estão na lista, abre o menu de configuração em que pode mudar o nome, mover para a esquerda ou para a direita na lista, escolher uma imagem de fundo diferente, ou fechar/eliminá-lo.

Existem várias formas de alternar entre os vários Ambientes de Trabalho virtuais:

Pode passar com o rato por cima do ícone, para os mostrar os vários Ambientes de Trabalho activos e depois apenas levar o apontador para cima do Ambiente de Trabalho para onde quiser mudar o foco. Sem clicar, o Windows muda para esse Ambiente de Trabalho.

Se clicar no ícone, faz o equivalente a premir a combinação de teclas Windows+Tab. Se o fizer, o Windows mostra a ‘Vista de tarefas’ em que o ecrã é dividido entre as janelas das aplicações que estão activas nesse Ambiente de Trabalho e a lista de Ambientes de Trabalho virtuais na parte de baixo (a combinação de teclas ALT+TAB, mostra apenas aos programas abertos e não os Ambientes de Trabalho).

Se clicar numa das imagens da barra inferior passará para o Ambiente de Trabalho virtual correspondente. Pode também distribuir as janelas pelos Ambientes de Trabalho activos. Basta para tal arrastar a janela da aplicação para a miniatura do Ambiente de Trabalho pretendido (o arrastamento da janela tem de ser feito clicando sem largar numa das laterais da miniatura da janela). Outro método é através de um clique do botão direito do rato em cima de uma janela na ‘Vista de Tarefas’ e depois levando o apontador do rato à opção ‘Mover para’.

Se quiser apagar um Ambiente de Trabalho virtual, leve o apontador do rato para cima do ícone e depois clique no ‘X’ que aparece no canto superior direito da miniatura do Ambiente de Trabalho na lista. Se tiver aplicações activas nesse Ambiente de Trabalho, elas serão passadas para o anterior, se os desligar todos, as aplicações serão passadas para o Ambiente de Trabalho principal.