Há uma nova app de trotinetas eléctricas em Portugal: a Spin pertence à Ford e estreia-se em Matosinhos

As trotinetas da Spin destacam-se pela sua cor laranja e têm uma taxa de desbloqueio de um euro.

©Spin

Esta semana, estreia-se uma nova plataforma de mobilidade alternativa em Portugal. A novidade é a app de aluguer de trotinetas eléctricas Spin, da Ford, que também pode vir a ter bicicletas.

Para já, há duzentas trotinetas Spin apenas disponíveis em Matosinhos, numa parceria com o CEiiA que abre a porta de entrada à plataforma AYR, onde cada quilo de CO2 poupado em viagens pode ser trocado por em minutos grátis.

Este modelo já tinha sido usado pela Circ (entretanto comprada pela Bird): as trotinetas eléctricas que se começaram por chamar Flash foram mesmo as primeiras a juntar-se ao CEiiA neste conceito, que também acabou depois por integrar as scooters da Wyze.

©Spin / DR.
©Spin / DR.

As trotinetas da Spin destacam-se pela sua cor laranja e têm uma taxa de desbloqueio de um euro; as viagens ficam dezanove cêntimos por minuto. Durante o primeiro mês, há um código que dá cinco euros para viagens: OLA-PORTUGAL.

©Circ | Felix Petersen
©Circ | Felix Petersen volta à órbita de Portugal, desta vez como responsável europeu da Spin.

Felix Petersen, que já tinha sido o responsável pela Circ em Portugal, assume o mesmo cargo a nível europeu, na Spin: «Queremos ouvir as necessidades de mobilidade da população portuguesa e demonstrar que as trotinetes e bicicletas partilhadas são alternativas acessíveis, baratas e mais ecológicas em comparação com automóveis», em linha do que já pensava quando estava ao leme da anterior empresa.