Esta semana é inaugurado um parque fotovoltaico em Portugal com dezassete mil metros quadrados

Com o parque é também anunciado o projecto de energias renováveis para a habitação, o Smart Green Homes.
©Bosch
©Bosch

Aveiro é a “casa” de um novo parque fotovoltaico desenvolvido pela Bosch Termatecnologia, com uma «produção anual estimada em 1680 KW/h». A apresentação acontece esta Sexta-Feira, pelas onze horas, em Aveiro.

Em Portugal, segundo dados da DGEG, até Julho de 2021 o País tinha uma produção total de 1934 GW/h no fotovoltaico, com uma potência instalada de 1289 MW. O Alentejo é a região que mais produz energia solar, com 51% do total nacional. Já o Centro, onde fica este novo parque, produz 238 GW/h e tem 178 MW instalados.

Smart Green Homes: energias renováveis em casas “inteligentes”

Além deste parque, serão ainda anunciados os objectivos do projecto de inovação Smart Green Homes, uma parceria entre a Bosch e a Universidade de Aveiro, que será um ponto de partida para «desenvolver soluções integradas para ambiente doméstico».

Entre estas estão o aquecimento por combustão de gás e eléctrico, tratamento de águas, interfaces e comunicação para equipamentos de conforto e o controlo integrado de sistemas residenciais, descrevem os parceiros.

Os objectivos do Smart Green Homes passam por aumentar em mais de 20% a eficiência energética das habitações servidas pelo parque fotovoltaico e a redução das emissão de dióxido de carbono em cada casa, também em mais de 20%. A Bosch e a Universidade de Aveiro também querem que haja uma redução do «consumo de água em mais de cinquenta litros, por dia, em cada habitação».

Segundo a Bosch, o Smart Green Homes (que começou a ser delineado em 2018) teve um investimento de 25 milhões de euros; neste projecto participaram «mais de duzentos investigadores».