Neil Harbisson. O primeiro cyborg reconhecido por um Governo volta a Portugal para participar no MEXE

Aos vinte anos, Harbisson sujeitou-se a uma operação para lhe ser implantado um olho biónico, o eyeborg.

Aquele que foi (e ainda é) o primeiro cyborg reconhecido por um governo (o do Reino Unido) é uma das cabeças de cartaz da sexta edição do MEXE – Encontro Internacional de Arte e Comunidade, que acontece entre 18 de Setembro e 3 de Outubro no Porto, em Viseu e em Lisboa.

Neil Harbisson (que já tinha estado em Portugal em 2017) nasceu com uma deficiência na visão: apenas conseguir ver a preto e branco, aquilo a que se chama acromatopsia. Aos vinte anos, Harbisson sujeitou-se a uma operação para lhe ser implantado um olho biónico, o eyeborg.

O eyeborg permite que Neil Harbisson consiga, literalmente, ouvir as cores: o olho identifica uma cor e toca um som associado. O artista, que foca os seus trabalhos na criação de obras de arte que despertem novos sentidos, será o protagonista da conversa de abertura do MEXE: O Risco de Sermos Humanos.

A entrada é grátis, mas é obrigatório marcar um lugar através do site do MEXE. Esta conversa com Neil Harbisson é a 18 de Setembro no Porto, tem a duração de uma hora e também será transmitida online, com interpretação de Língua Gestual Portuguesa.

Exit mobile version