Ironhack permite que alunos paguem 85% do valor dos cursos apenas quando arranjarem emprego

A Ironhack fala num plano de financiamento «pioneiro em Portugal».
©IronHack
©IronHack

A escola de programação Ironhack tem uma nova campanha para facilitar o pagamento e consequente acesso aos seus cursos.

Este «plano de financiamento pioneiro em Portugal» permite a «qualquer pessoa, independentemente da sua condição financeira, desenvolver novas competências tecnológicas e efectuar o pagamento do curso, sem juros, após encontrar emprego na área», dizem os responsáveis.

Os alunos começam por pagar 15% do valor total e os restantes 85 só são liquidados quando arranjarem um emprego, num período que pode ser de até seis meses.

Por exemplo, para o curso de Web Development, que custa 6 mil euros, o pagamento inicial seria de 900 euros; os restantes 5100 euros seriam, então, pagos em seis meses (850 euros/mês), assim que o aluno encontrasse um emprego.

Recentemente, a Ironhack juntou-se à Zomato para promover a educação tecnológica em Portugal. As duas empresas anunciaram cem bolsas, no valor de 132 mil euros, em cursos de desenvolvimento Web, design UX/UI, análise de dados e cibersegurança.