Google vai usar autenticação de dois factores por defeito nos seus serviços

Com esta alteração, a Google espera melhorar a segurança dos dados dos utilizadores.
2passos Google
Imagem - Google

Em breve, a Google vai ligar a autenticação de dois factores por defeito em todos os seus serviços. Actualmente a Google oferece este método de autenticação (também conhecido como verificação de dois passos) como opção, mas, a certa altura, será ligada automaticamente.

Segundo um artigo publicado esta semana por Mark Risher, director de gestão de produto, identidade e segurança dos utilizadores da Google: 

“Actualmente, pedimos aos utilizadores que já têm a funcionalidade de verificação de dois passos, para confirmarem que estão a tentar aceder a um serviço online com um simples toque numa caixa de diálogo que aparece no ecrã dos seus smartphones, cada vez que fazem o log in. Em breve iremos começar a incluir todos os utilizadores neste método de autenticação, desde que tenham as suas contas configuradas apropriadamente.”

Uma conta “configurada apropriadamente” já inclui informação de recuperação, como um endereço de email secundário ou um número de telefone. Pode ver se a sua conta Google já cumpre este requisito através da página de verificação da segurança das contas Google.

Os utilizadores terão sempre a hipótese de não usarem esta funcionalidade, mas não é aconselhável. Um estudo publicado pela Microsoft, indica que uma conta em que se use uma funcionalidade de autenticação de dois factores, para criar mais uma camada de segurança, tem 99,9% menos hipóteses de ser comprometida do que outra conta que não use uma funcionalidade deste género.

Tudo isto não quer dizer que os sistemas de autenticação de dois passos sejam completamente à prova de hackers, mas ter um pouco mais de segurança dá muito mais tranquilidade.