Academia de Código abre oitenta vagas para bootcamps – nos Açores são grátis e oferecem estada

Os bootcamps de programação da Academia de Código têm a duração de catorze semanas.
©Danial Igdery
©Danial Igdery

Lisboa, Porto e Terceira. É aqui que a Academia de Código vai abrir mais oitenta vagas para os seus bootcamps de programação – a justificação tem que ver com o facto de a procura ter «aumentado 30%» em relação a 2020.

Estas vagas dividem-se por trinta em Lisboa/Porto e mais vinte na ilha Terceira. Nas duas cidades do continente estes bootcamps são pagos (desde 6500 euros, com opções de financiamento), mas nos Açores, a Academia de Código está a oferecer os cursos, assim como a estada.

Para isso, é preciso comprovativo de residência fiscal nos Açores, estar desempregado e ter mais de dezoito anos. A Academia de Código acena com a «possibilidade de contrato em empresas parceiras», mas há uma contrapartida: quem for contratado tem de ficar a trabalhar neste arquipélago «pelo menos doze meses».

Os bootcamps de programação da Academia de Código têm a duração de catorze semanas e dão a hipótese de trabalhar como Junior Full Stack Software Developer – a escola tem cinquenta empresas parceiras prontas a receber os formandos.

As inscrições para as noventa vagas da Academia de Código podem ser feitas aqui.

Exit mobile version