World Data League, o “campeonato do mundo” made in Portugal para cientistas de dados

Como em todas as competições, há prémios para os melhores: a organização vai distribuir 13 500 euros pelos vencedores.
©Nova IMS
©Nova IMS

A ideia foi dos especialistas em data science Rui Mendes, Leonid Kholkine e Miguel Monteiro, conta com a parceria da Nova Information Management School (Nova IMS) e tem o apoio da ScaleUp Porto – a World Data League é um projecto português que quer juntar «cientistas de dados de todo o mundo para resolver problemas do milénio», em concreto sobre o tema do Objetivo 11 das Nações Unidas: Cidades e Comunidades Sustentáveis.

Esta competição decorre entre Abril e Julho, com várias fases. A primeira etapa, de 1 de Abril a 31 de Maio, serve para que as equipas enfrentem vários desafios, com acesso a «bases de dados reais de autarquias, empresas e organizações». Estes dados são fornecidos pela NOVA Cidade – Urban Analytics Lab.

Durante o mês de Junho serão anunciados os dez finalistas que passam à final da World Data League, que decorre entre 15 e 17 de Julho, para resolver um problema comum a todos. No final desta “maratona” de dados, serão encontradas três equipas vencedoras.

Como em todas as competições, há prémios para os melhores: a organização vai distribuir 13 500 euros pelos três vencedores, mas durante a primeira fase também serão entregues prémios monetários, neste caso, de 1500 euros.

As inscrições estão abertas até 15 de Março, no site da World Data League.