Promoção da igualdade de género na investigação científica vale 240 mil euros à Universidade de Coimbra

Para Cláudia Cavadas, vice-reitora da Universidade de Coimbra, a igualdade de género contribui para «aumentar a qualidade e utilidade dos resultados científicos finais, e o seu impacto na sociedade».
©National Cancer Institute
©National Cancer Institute

O projecto GendER@UU – Gender-Equal Research do Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra (UC) foi reconhecido pelo programa Conciliação e Igualdade de Género da UE.

Este reconhecimento chega sob forma de um financiamento de 240 mil euros, uma verba que será usada pela UC para promover a «igualdade de género na investigação científica», ao «longo dos próximos três anos».

Até 2024, uma «equipa multidisciplinar» desta universidade será responsável por desenvolver «diversas actividades para responder à complexidade das desigualdades de género na investigação». Um dos objectivos do GendER@UC será promover acções de mentoria e motivar candidaturas de investigadoras da UC; o projecto prevê ainda a organização de um bootcamp, o WomenResearchers@UC.

Igualdade de género aumenta qualidade dos resultados

«A partir de uma perspectiva interseccional, o GendER@UC quer promover a igualdade de género na investigação científica, promovendo um conhecimento mais inclusivo, representativo e socialmente relevante», conclui a equipa responsável pelo projecto.

Segundo Cláudia Cavadas, coordenadora do GendER@UC e vice-reitora da Universidade de Coimbra, a igualdade de género nas suas equipas de investigação será, também, um caminho para «aumentar a qualidade e utilidade dos resultados científicos finais, e o seu impacto na sociedade».

Exit mobile version