Associação Europeia de Operadores de Redes de Telecomunicações diz que Portugal é líder mundial na fibra óptica

Este documento, partilhado pela Apritel, e que compara a realidade das comunicações na Europa com a dos EUA, Japão e Coreia do Sul.
©Denny Müller
©Denny Müller

Portugal é líder mundial na cobertura de redes FTTH (fiber to the home – fibra até casa): esta é uma das conclusões do relatório The State of Digital Communications da Associação Europeia de Operadores de Redes de Telecomunicações (ETNO).

Este documento, partilhado pela Apritel, e que compara a realidade das comunicações na Europa com a dos EUA, Japão e Coreia do Sul, conclui que Portugal é o país que tem a «melhor cobertura de redes de fibra a nível europeu e mundial».

Portugal tem 77% das casas com FTTH (no Japão, esse valor é de 70%, por exemplo) e, no que respeita a redes DOCSIS3.0 (Data Over Cable Service Interface Specification, o típico cabo) ou «superior», a cobertura sobe até aos 87%, destaca a Apritel.

Tráfego duplicou em relação ao período pré-pandemia

O relatório mostra ainda que o sector das comunicações europeu é «líder mundial no reinvestimento das receitas obtidas no desenvolvimento do sector e dos próprios países. Neste parâmetro, Portugal chegou (no terceiro trimestre de 2020) aos 22%, um valor «superior à média da Europa e mundial».

No The State of Digital Communications também se pode perceber que as redes de comunicação conseguiram aguentar o aumento exponencial de tráfego que aconteceu durante o confinamento nos vários países – em Portugal, a carga quase duplicou: mais 99%.

Esta percentagem foi revelada pela Anacom refere-se à semana de 15 a 21 de Fevereiro, em relação aos valores do período homólogo de 2020.