Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020
MercadosNotícias

Olympus desiste do mercado de câmaras fotográficas (Notícia Actualizada)

A Olympus vendeu a divisão de imagem a um fundo de investimento japonês, que continuará a desenvolver e a produzir equipamentos com as marcas OM-D e Zuiko.

Olympus-OM-D-E-M5-Mark-II

Foi através de um comunicado oficial que a Olympus revelou que iria abandonar o mercado de câmaras fotográficas, através da venda de toda a sua divisão de imagem para o fundo de investimento JIP – Japan Industrial Partner, o mesmo fundo que adquiriu a divisão de computadores VAIO à Sony, em 2014. Já a JIP compromete-se a continuar a desenvolver e comercializar produtos com as marcas OM-D e Zuiko.

Segundo os responsáveis da marca, as medidas que a Olympus implementou para combater a actual situação do mercado global de câmaras fotográficas foram insuficientes, e que o mesmo poderá manter o actual declínio, graças à evolução dos sistemas de captação de imagem nos smartphones. Através desta venda, o fabricante japonês irá focar-se em mercados mais rentáveis, como o de equipamentos médicos, de investigação científica e soluções industriais.

Actualização (25/06/2020)

Segundo responsáveis da marca em Portugal, a divisão de imagem da Olympus continuará a ter presença no mercado nacional, bem como a lançar produtos e a dar assistência aos mesmos, sem qualquer problema. Como se costuma dizer, será uma situação de “business as usual”, e que os seus utilizadores poderão continuar a confiar na marca, como até agora. 

PCGuia

2 comentários

  • Nada mais que “business as usual”.
    Hoje em dia é uma situação muito normal as empresas serem compradas, ou transacionadas e continuarem a ter a sua presença no mercado como marca.
    O que parece vir a acontecer é que a Olympus continuará a lançar produtos e a dar assistência aos mesmos sem qualquer problema. Por isso continua a merecer a confiança dos seus utilizadores como até agora.

    • Caro João, tendo em conta o consórcio que irá ficar com as marcas, acredito plenamente que a Olympus (câmaras), como hoje a conhecemos, se manterá em pleno. Temos o bom exemplo da marca VAIO, que também é propriedade da JIP, e estão melhores do que nunca, embora ainda não estejam a ser comercializados em todos os mercados onde, anteriormente, estavam presentes.

Os comentários estão encerrados.