Microsoft vai fechar todas as lojas físicas, dedicando-se exclusivamente ao online

Desde o início da crise da pandemia do novo Coronavírus que a Microsoft, em Março passado, que a Microsoft encerrou todas as suas lojas físicas, mantendo no entanto as suas lojas online em actividade, para que os seus utilizadores pudessem adquirir novos produtos, ou usar os serviços de assistência.

Esta situação permitiu à Microsoft avaliar os resultados, que levaram a que a mesma anunciasse na sexta-feira passada que não iria voltar a abrir essas mesmas lojas, excepto as quatro principais lojas Microsoft, situadas em Nova Iorque, Londres, Sidney e Redmond, que deixarão de vender produtos, e serão transformadas em centros de experiências. 

Conforme foi dito, este anuncio foi feito pela própria Microsoft (veja aqui), onde é explicado que o gigante de Redmond irá concentrar-se exclusivamente no digital, com as suas lojas online (Microsoft.com, Xbox e Windows) a alcançarem já cerca de 1.2 mil milhões de utilizadores mensais em 190 mercados distintos.