Notícias

Especial – Os computadores da “malta” das tecnologias

Decidimos perguntar a todos os nossos amigos, dentro do meio das publicações tecnológicas, que computadores estão a usar desde que foram obrigados a trabalhar a partir de casa, devido à situação de pandemia.

A crise da pandemia do novo Coronavírus, que levou muitos de nós ao confinamento em casa, transformou a nossa vida numa nova realidade, a de trabalhar a partir de casa. Foi o que aconteceu aqui com a equipa da PCGuia, e dos restantes meios do nosso pequeno grupo editorial, que mesmo estando limitados (e confinados), mantivemos meios como o Trendy, a MotorMais e a Business-IT, sempre actualizados.

Mas não foi só a nossa equipa (colegas e colaboradores) que se viu forçada a trabalhar nestas condições. Existiram inúmeros meios que sofreram do mesmo mal, mas que têm estado a conseguir superar todas as adversidades, com o seu trabalho, empenho e dedicação, mesmo no seu local habitual de trabalho, ou até mesmo em viagem, ou na rua.

Como tal, fui mantendo contacto com alguns dos nossos companheiros de trabalho, muitas vezes companheiros de viagens memoráveis, sobre como estavam a lidar com a situação, e qual o (ou os) computador que estão a usar, para poderem continuar a informar os seus leitores, sejam eles de revistas de tecnologia, bloggers, Youtubers ou da própria televisão.

Alguns, infelizmente, não puderam participar, não por falta de vontade, mas por questões relacionadas com publicidade, empréstimos e permutas.

Gustavo Dias

Actualmente chefe de redacção da PCGuia, estou em casa a trabalhar com o computador que em tempos serviu apenas para correr jogos, fosse apenas por descontracção, ou aqueles que precisavam de ser testados para a revista e as páginas da PCGuia e MotorMais.

O meu computador utiliza uma motherboard Asus ROG Strix B350-F Gaming, equipada com um processador AMD Ryzen 7 1800x arrefecido por um NZXT Kraken X62, 16GB de memória TeamGroup T-Force Xcalibur RGB DDR4-3600 MHz, uma Gigabyte GeForce GTX 1650 Gaming OC 4GB, uma unidade SSD Toshiba Q300 Pro de 1TB, fonte de alimentação Thermaltake Toughpower DPS G Titanium 850W e uma caixa NZXT H700i.

Ricardo Durand

O nosso editor, responsável pelo portal de lifestyle Trendy.pt e meu companheiro de trabalho desde 2007, mantém-se fiel à plataforma com que sempre gostou de trabalhar, um equipamento da Apple. A sua máquina de trabalho é um iMac de 27 polegadas de 2015, equipado com ecrã Retina Display com resolução 5K, estando o mesmo equipado com um processador Intel Core i5 Quad-Core de 3.2 GHz, 8 GB de memória DDR3, um disco rígido de 1TB de 7200 rpm e uma placa gráfica AMD Radeon R9 M380 de 2GB.

Mafalda Freire

Mafalda, a nossa lutadora, que consegue fazer uma impressionante ginástica, todos os meses, para conseguir trabalhar na nossa revista PCGuia, na Business-IT e ainda publicar todos os dias conteúdos em ambos os sites, tem estado a trabalhar a partir de casa com o seu companheiro de guerra, um portátil Asus ZenBook UX333FA, um ultrabook da Asus com ecrã de 13 polegadas, processador Intel Core i7-8565U, 8GB de memória RAM, SSD de 256GB e uma placa gráfica integrada Intel UHD Graphics 620, ligada a um monitor externo AOC de 32 polegadas.

Rui Lisboa

O nosso Rui Lisboa, que embora tenha quase idade para ser nosso pai, mas que tanto sofre como se fosse da nossa idade, quando estamos todos juntos na redacção, tem estado a trabalhar a partir de casa com um computador equipado com Windows 10, ao contrário do que acontece na redacção, onde trabalha com um iMac da Apple. Esse computador, o de casa, está equipado com uma caixa Corsair Carbide 275R, uma motherboard MSI Z170A Gaming M3, processador Intel Core i7-6700K de 4.0 GHz, 16 GB de memória Corsair Vengeance RGB Pro DDR4 a 3600 MHz, uma placa gráfica Asus GeForce GTX 1050 Ti 4GB, um SSD de 500 GB SATA e um disco rígido de 1TB SATA.

Mariza Figueiredo

A nossa Mariza, colaboradora na PCGuia e responsável pelo blog High-Tech Girl, não é uma estranha à situação de trabalhar a partir de casa, já que a mesma tem trabalhado, há largos anos, enquanto colaboradora em diversos meios. Porém, a actual situação alterou muita das suas rotinas, pois se antes era frequente trabalhar durante reuniões ou em viagens, agora o seu computador portátil HP Envy 15 tem estado parado, em casa. Este equipamento conta com um processador Intel Core i7, 8 GB de memória RAM e um 1 TB de espaço para armazenamento. Embora disponível com um ecrã de 13 polegadas, mais compacto e leve para viagens, a Mariza optou pela versão de 15 polegadas, por ser mais confortável de usar, e por ser melhor para trabalhar imagens.

Luis Alves

O Luis é o nosso homem do modding, aquele pelo qual nós gostamos tanto de apelidar como o tipo que disse “RGB não é crime!” Presença constante na nossa secção de PLUG, da revista, os computadores estão-lhe no sangue, mas foi complicado pedir-lhe para escolher apenas um para aparecer neste artigo. A escolha coube à sua coqueluche, um computador equipado com a ultima geração de processadores AMD Ryzen, mais concretamente um AMD Ryzen 9 3900X, arrefecido por um dissipador Be Quiet! Shadow Rock 3. Este processador encontra-se acompanhado de uma motherboard Gigabyte X570 Aorus Elite, 32 GB de memória RAM Corsair DDR4 com iluminação RGB, um SSD Samsung 970 EVO Plus mais um SanDisk de 480 GB SATA, mais de 20 TB de espaço entre diversos discos rígidos (como WD Gold, Toshiba X300 e P300), tudo isto alojado numa caixa Thermaltake S500 TG, e alimentado por uma fonte NZXT E850. Em termos de periféricos, o Luis conta com um monitor AOC U3277PWQU de 32 polegadas, um Philips 241B de 24″, teclado Razer Deathstalker e rato Razer Deathadder Elite.

Bruno Peralta

O nosso amigo Bruno, do portal MaisTecnologia, utiliza no dia-a-dia um computador portátil da HP, mais concretamente um HP Pavilion 15, equipado com um processador Intel Core i7 de 8ª geração, com 8 GB de memória RAM. Este equipamento costuma estar acompanhado de um monitor de grandes dimensões, por uma questão de conforto, mas visto que a situação de confinamento afectou famílias inteiras, o Bruno teve que ceder o monitor para a mulher, que também ficou confinada em casa, em modo de teletrabalho.

David Fialho

O David é, tal como o Alexandre, um dos responsáveis pelo portal Echo Boomer, tendo sido ele quem enviou as características do seu computador, por ser quem trata da área de tecnologia e gaming. Adepto do “DIY” (faça você mesmo), montou o seu próprio computador, com uma caixa sóbria Corsair, recheada de uma motherboard MSI B360M Pro-VD, um processador Intel Core i5-8400, 16GB de memória RAM, um SST de 1 TB e uma Nvidia GeForce GTX 1060 com 6GB de memória dedicada.

Em termos de periféricos escolheu uma placa de som SoundBlaster externa, monitor Asus VX239 de 23 polegadas, teclado Razer Cynosa Chroma, rato Razer Viper, tapete Razer Goliathus Chroma e uns auscultadores HyperX Cloud II. Tem ainda um Microsoft Surface Pro 7, com a configuração base (Intel Core i5-1035G4, 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento), para usar sempre que precisa de sair da secretária.

Filipe Fernandes

O Filipe, responsável pelo canal de YouTube Filipe View, é também uma presença constante em muitas das apresentações de produtos e serviços tecnológicos no nosso país. Habituado a filmar na seu barraca / estúdio, como o mesmo o apelida (que inveja desse espaço, Filipe), utiliza no dia a dia um poderoso portátil MacBook Pro da Apple, equipado com um processador Intel Core i9-9880H de oito núcleos a 2.3 GHz, 16 GB de memória RAM, SSD com 1 TB de espaço e uma controladora gráfica dedicada AMD Radeon Pro 5500M com 4GB.

Flávio Nunes

O Flávio, responsável pela parte tecnológica do jornal económico online ECO, tem-se mantido fiel ao seu parceiro de jornada, quer na redacção, quer nas viagens de imprensa, sem esquecer a actual situação, em casa, em formato de teletrabalho. Este HP EliteBook faz parte da sua vida profissional desde 2016, altura em que a publicação foi criada, estando o mesmo equipado com um processador Intel Core i5 Quad-Core de 2.3 GHz e 8 GB de memória RAM.

Imagem representativa

Fontainhas Dias

O amigo Fontainhas é, além de um tipo super bem disposto, é também o responsável pelos conteúdos tecnológicos e de automóveis da revista online BuzzMag, uma publicação que se destaca também por outro “tipo de conteúdos”, mais apropriados a uma audiência masculina.

Em termos de computador, o Fontainhas utiliza um PC feito por ele mesmo (assim é que é), composto por uma motherboard Asus Z97-Pro Gamer equipada com um processador Intel Core i7-4790K de 4.0 GHz, 16 GB de memória DDR3-1866 HyperX, uma Asus GeForce GTX 750 de 2GB e um sistema de watercooling Corsair Hydro H115i, que obrigou a trocar a caixa original, uma Coolbay VX por uma mais espaçosa Corsair Carbide 300R. Falta apenas referir o armazenamento, composto por um SSD SATA de 240 GB, dois discos rígidos SATA de 500 GB e um de 1TB.

Hugo Barreto

O nosso amigo Hugo, responsável pelo portal Tecnologia de Bolso, tem estado particularmente atento aos relógios e bandas com GPS para corrida, tendo demonstrado no seu canal de YouTube Hugo Barreto como é possível correr 5 km, ou até mesmo correr uma meia maratona na varanda. Para o trabalho, no dia-a-dia, o Hugo tem usado o elegante HP EliteBook Dragonfly, equipado com um processador Intel Core i7-8565U de 1.8 GHz, acompanhado de 16 GB de memória RAM e SSD de 512 GB. A gráfica integrada (Intel UHD Graphics) é o único ponto que o desilude.

João Bonell

O nosso amigo Bonell, responsável pelo portal Android Geek, focado em notícias, testes e guias sobre dispositivos móveis, já chegou a colaborar com a PCGuia, em especial com o brilhante guia de como instalar os serviços Google nos novos dispositivos Huawei (leitura obrigatória para quem tem um Huawei P40).

Tal como na vida profissional, em que é um verdadeiro homem dos sete ofícios, os equipamentos que usa para trabalhar também não são em menor número, tendo à sua disposição um Microsoft Surface Pro 3, um computador portátil HP ProBook 450, um Huawei MateBook 13 com processador Intel Core i5, e um HP Compaq Elite 8300, isto sem contar com inúmeros smartphones. Todos Android, naturalmente.

João Gata

Se João Bonell é o homem dos sete ofícios (e é, efectivamente), João Gata é o homem dos sete projectos. Responsável por projectos como o Xá das 5, Voicebox, Podcat, Festival Mental, entre muitos outros, é também um fiel e dedicado amigo, sempre relacionado com as lides tecnologicas deste nosso mercado. Actualmente o João tem trabalhado com um equipamento que, embora pequeno em dimensão, surpreende pelo desempenho, o Asus ROG G20, equipado com um processador Intel Core i5-6400, 8 GB de memória RAM, um SSD de 128 GB, um disco rígido de 1 TB, e uma placa gráfica Nvidia GeForce GTX 960.

João Mesquita

O João é um velho conhecido no meio, especialmente quando esperamos por ele durante as apresentações. É uma velha piada, mas em nada enfraquece a sua relação de amizade para com os restantes colegas de profissão. Utiliza no dia-a-dia um “arcaico”, mas fiel MacBook, equipado com processador Intel Core 2 Duo, 4 GB de memória RAM e uma placa gráfica Nvidia GeForce 9400M. Tem ainda um Microsoft Surface Laptop, com um Intel Core i5, 8 GB de memória RAM e um SSD de 128 GB, bem como um Apple iPad Air de 16 GB, que utiliza nas viagens.

Imagem representativa

Lourenço Medeiros

Para quem ainda não conheçe o Lourenço (coisa que duvido muito), trata-se da cara do canal de televisão SIC, no que toca a tecnologias. Companheiro de inesquecíveis viagens ao longo dos quatro cantos da terra (pelo menos desde São Francisco a Seoul), é um ávido utilizador do seu iPad de 11 polegadas de 256 GB, que utiliza como se fosse o seu computador, tanto pessoal como de trabalho. Toda a história sobre esta escolha está relatada num artigo de opinião publicado no suplemento Vida Extra, do jornal Expresso, sobre o qual recomendo a sua leitura (O meu portátil). Este artigo relata como se rendeu à utilização do seu iPad juntamente com o Magic Keyboard da Apple, teclado esse que foi originalmente criado para funcionar com um iMac, mas que revela vantagens face ao próprio teclado criado pela Apple especificamente para os iPad, como a possibilidade de regular o brilho do ecrã.

Manuel Pestana Machado

Que me desculpe a equipa de editores e coordenadores do jornal online Observador, mas o Manuel é a cara, e a alma do jornal, no que toca a tecnologia, e outras áreas de interesse comum. De uma alegria e animação contagiante, o Manuel é um homem de mundos divididos, algo fácil de explicar. Para trabalhar, utiliza um MacBook Air 13 de 2017, equipado com um processador Intel Core i5, 8 GB de memória RAM, e um SSD de 128 GB, mas para jogar, bem como para fazer o pouco que o MacBook Air não consegue fazer, recorre a um Asus ROG G752vs, equipado com um Intel Core i7, 32 GB de memória RAM, SSD de 512 GB acompanhado de um disco rígido de 1 TB, e uma Nvidia GeForce GTX 1070 de 8 GB, fundamental para lidar com o seu exigente monitor de 17,3 polegadas.

Marco Trigo

O Marco é mais outro homem dos sete ofícios, entre eles a fotografia, mas é mais conhecido pela ligação ao portal TekGenius. Para trabalhar em casa, o Marco tem utilizado equipamentos de segmento empresarial, devido às políticas de segurança e privacidade muito rígidas da sua empresa. Como tal, não é de estranharmos a presença de um HP ProBook 440 G5 com processador Intel Core i5-8250U de oitava geração, com 8 GB de memória RAM e 256 GB de armazenamento SSD, estando este ligado a um monitor externo, um Philips 346P1CRH, ideal para ter várias dashboards, folhas de cálculo e multiplas aplicações abertas ao mesmo tempo. Nas ocupações livres utiliza outro computador portátil HP, um 15-BS109np, equipado com o mesmo processador Intel, 8 GB de memória RAM, um disco rígido de 1 TB e uma placa gráfica AMD Radeon 520.

Nuno Oliveira

O Nuno é, juntamente com o Bruno Fonseca (companheiro de muitos anos neste mercado), responsável pelo portal de tecnologias Leak, e, tal como eu, um amante das tecnologias, especialmente no que toca a componentes de computadores, entre outras coisas. Durante este período, esteve a usar um computador cedido pela Globaldata para testes, o Liquid Tiamat, composto por um processador Intel Core i7-9700K, com uma motherboard Asus Formula Z390, 16 GB de memória RAM DDR4 a 3000 MHz, uma Nvidia GeForce RTX 2080 Ti, um SSD NVMe de 1 TB, tudo isto alojado numa arrojada caixa com um circuito de arrefecimento líquido personalizado.

A nível pessoal, o Nuno utiliza um computador igualmente impressionante, composto por um processador AMD Ryzen 9 3900X arrefecido por um sistema NZXT Kraken X63, uma motherboard ASRock Taichi X570, 16 GB de memória RAM GSKill Trident Z Royal 3200 MHz, uma AMD Radeon RX 5700 XT e um SSD de 2 TB, que tem a particularidade de ser do tipo NVMe PCIe 4.0, ou seja, tira total partido da elevada largura de banda proporcionada pela combinação processador e motherboard AMD de última geração.

Paulo Bastos

O Paulo é mais um daqueles colegas e amigos dos quais eu muito admiro o seu trabalho e empenho. Mesmo estando na rua, a fazer as rubricas da TVI “Os Resistentes” e o “Cá se Vai Andando“, ambas altamente recomendáveis, ainda teve tempo, entre as viagens de caravana e momentos de edição, para responder ao meu pedido. No dia-a-dia, o Paulo utiliza um velhinho Microsoft Surface Pro 4, equipado com um processador Intel Core i5-6300U, 8 GB de memória RAM e SSD de 256 GB, sendo esta a máquina que utiliza para escrever, investigar e ver o seu canal de televisão. Para a edição de vídeo das últimas reportagens, utilizou um MacBook Pro, somente por causa do software de edição de vídeo, o Final Cut Pro.

Rui Tukayana

O seu nome será sempre um mistério para quem acaba de entrar no meio, mas para nós será sempre o Rui da TSF. Segundo palavras do próprio, este confinamento e a situação de teletrabalho apanhou-o com dois computadores, o pessoal, e um de testes, que tem utilizado para a edição de vídeos para o seu canal de YouTube, o Isto está ligado? Começando pelo equipamento pessoal, o Rui utiliza um Lenovo ThinkPad X1 Carbon, equipado com um processador Intel Core i7 de quinta geração, que foi comprado em segunda mão e tem o teclado em inglês. . Quanto ao segundo equipamento, trata-se do Huawei MateBook D14, um elegante portátil compacto equipado com um poderoso processador AMD Ryzen 5 que, segundo o mesmo, vai deixar saudades quando tiver que ser devolvido.

Tiago Ramos

O Tiago, em tempos, foi uma presença constante em apresentações nacionais de diversos tipos de equipamentos, mas isso não impediu que mantivéssemos contacto, nem que seja para assistir à evolução do seu canal de YouTube, com o seu próprio nome, Tiago Ramos. Embora já lhe tenham passados diversos computadores pelas mãos, e tenha chegado a criar séries sobre como montar o seu próprio computador, o Tiago tem utilizado um poderoso Xiaomi Gaming Laptop, equipado com um processador Intel Core I7-8750h, 16 GB de memória DDR4, SSD de 512 GB e uma Nvidia GeForce GTX 1060 de 6GB para trabalhar e editar os seus vídeos.

PCGuia

5 comentários

Os comentários estão encerrados.

Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×