Federação Portuguesa de Desportos Electrónicos é membro fundador da EEF

Alina Ehmann

A European Esports Federation foi criada no passado dia 21 de Fevereiro, no Parlamento Europeu, em Bruxelas.

A Federação Portuguesa de Desportos Electrónicos (FPDE) é um dos 23 membros fundadores desta entidade que representa mais de 100 milhões de jogadores. A EEF reúne organizações, equipas e jogadores europeus de todos os jogos de esports e de todos os níveis.

No seu congresso inaugural de dois dias, as 26 organizações fundadoras discutiram e votaram nos estatutos da EEF, deliberaram sobre os quadros da organização e elegeram o seu Presidente, Conselho de Administração e Conselho Consultivo.

O primeiro presidente da EEF é Hans Jagnow, que também lidera a Federação Alemã de Esports (ESBD), tendo sido eleito com 91% dos votos. O Vice-Presidente é Karol Cagáň da Eslováquia. Os restantes membros do conselho são Emin Antonyan (Rússia), Ido Brosh (Israel) e Alper Özdemir (Turquia).

A EEF procurará “promover um desenvolvimento consciente, responsável, sustentável, inclusivo, saudável e baseado em valor nos esports”. O seu objectivo é “criar uma representação unificada, uma visão forte para as comunidades digitais e uma plataforma para o seu membro desenvolver ainda mais os desportos electrónicos”.

“A Federação Portuguesa de Desportos Electrónicos está profundamente empenhada na convergência de esforços, quer a nível nacional, quer a nível internacional”, declarou Reinaldo Ferreira, Vice-Presidente da FPDE.