Start-up

Indie Campers quer democratizar as road trips na Europa

A startup portuguesa criou uma plataforma de aluguer de autocaravanas que tem ponto de entrega e recolha em cinquenta locais na Europa. Assente numa estratégia digital, a Indie Campers usa algoritmos para optimizar todos os processos de negócio.

A startup, fundada pelo português Hugo Oliveira e pelo austríaco Stefan Koeppl, tem como missão «permitir que todas as pessoas tenham a oportunidade de fazer uma road trip a preços acessíveis, de forma fácil, altamente digitalizada e com veículos de elevada qualidade», explicou à PC Guia, Miguel Fraga, responsável de marketing da Indie Campers.

Disponível em diversas cidades em Portugal, Islândia, Reino Unido, Irlanda, Espanha, França, Itália, Suíça, Alemanha, Holanda, Croácia e Bélgica, a empresa tem autocaravanas personalizadas que podem ser recolhidas e entregues em locais diferentes, com quilometragem ilimitada e assistência em viagem para «proporcionar aos clientes a possibilidade de viajarem sem limitações, ou o mais perto possível disso».

Oferta variada
Miguel Fraga diz por que é que a Indie Campers se distingue da concorrência: «Um dos factores que nos distingue dos restantes players é o facto de permitirmos misturar diferentes pontos de recolha e entrega dos veículos nos múltiplos países em que operamos. A generalidade das demais empresas operam principalmente em mercados locais ou num número altamente restrito de países».

Além disso, a startup disponibiliza «uma grande variedade de serviços gratuitos, tais como como transfers de e para o aeroporto, kits de cama, cozinha e limpeza» e «extras que os clientes podem alugar» como bicicletas, mobiliário exterior, pranchas de surf, entre outros. O responsável explica ainda o mote interno da empresa: «Para viajar com a Indie Campers, praticamente só é preciso levar roupa!»

Tecnologia é fundamental
Sobre a tecnologia que está subjacente ao serviço disponibilizado, Miguel Fraga salientou a importância da inovação e recursos humanos: «Pessoas e tecnologia são os dois principais vectores do nosso crescimento nas mais diversas áreas, com uma equipa altamente motivada e recursos tecnológicos que permitem simplificar a operação de todas as áreas de forma inovadora neste mercado». Como exemplo, o gestor da área de marketing deu o caso da área logística: «Temos um algoritmo de realocação dos nossos veículos que automaticamente atribui um veículo da nossa frota a cada cliente, de maneira a que a movimentação das carrinhas entre todas as nossas localizações seja optimizada e os custos (quer para nós quer, naturalmente, para o cliente final) sejam reduzidos».

O responsável destacou ainda o facto de a Indie Campers ser «um negócio 100% focado no digital, algo que se manifesta em todas as áreas de actuação da empresa» e que tem permitido uma evolução «muito mais rápida do que a norma do mercado».

Crescimento de forma sustentada
A ideia de criar a startup surgiu numa viagem de Hugo Oliveira à Austrália, onde «se apercebeu da falha de mercado existente em Portugal», cuja «extensa costa Atlântica era ainda muito pouco aproveitada neste segmento, em específico», disse Miguel Fraga. Desde aí, a startup não tem parado, «com taxas de crescimento bastante elevadas, sempre acima dos três dígitos e muitas vezes acima dos 300% de um ano para o seguinte». Presente em cerca de cinquenta localizações, os principais mercados da Indie Campers são «Portugal, Espanha, França e Itália», mas a startup tem «planos de expansão para novos países europeus». Para os próximos anos, o objetivo é «assumir-se como um player de dimensão inequívoca à escala europeia e mundial na área do turismo», referiu o responsável.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×