MobilidadeReviews

HP EliteBook 735 G5

Com o novo EliteBook 735 G5, a HP entra no universo AMD. Este portátil vem com um processador AMD Ryzen 7 Pro aliado à excelente controladora gráfica integrada Radeon Vega 10.

Classificação

Medições5
Experiência10
Preço8.5

Gostámos

  • Desempenho gráfico
  • Qualidade de construção

A rever

  • Autonomia limitada

Ponto final

7.8Embora recorra a uma plataforma AMD, este EliteBook revelou ser um equipamento profissional tão completo e competente quanto modelos equiparáveis com plataforma Intel. O 735 G5 oferece um desempenho gráfico superior, mas perde na autonomia da bateria.

Embora a HP tivesse disponível várias unidades para teste, a nossa escolha recaiu sobre este EliteBook 735 G5 por duas simples razões: ter um formato de notebook mais tradicional (os restantes eram todos EliteBook x360) e vir equipado com a plataforma AMD APU Ryzen 2700U.

Esta solução da AMD permite incluir um CPU e uma GPU num só chip, evitando assim a necessidade de incluir uma controladora gráfica dedicada de maior desempenho, que tenderia a aumentar não só o custo do equipamento, mas também o consumo energético.

Quase Ultrabook?
Embora a designação ‘Ultrabook’ tenha sido criada pela Intel (é atribuída quando os dispositivos cumprem os requisitos impostos pela mesma), este computador da HP poderia muito bem receber essa designação, o que não acontece por usar componentes AMD.

Ainda assim, este EliteBook consegue reunir uma vasta lista de características dedicadas ao segmento profissional, num equipamento bastante leve e de dimensões compactas. Dono de um chassis totalmente em alumínio, de elevada solidez e robustez, o 735 G5 destaca-se por incluir elementos como uma dupla webcam com o mecanismo HP Privacy (um obturador da câmara), um preciso sensor de impressões digitais, leitor de cartões SmartCard, plataforma TPM 2.0, bem como os sistemas de segurança habituais da HP para este mercado, como a protecção de BIOS, integridade do arranque do sistema operativo, entre outras.

O teclado, além de retroiluminado, inclui uma trackpoint, garantindo assim uma precisão adicional que poderá ser fundamental em algumas aplicações.

Desempenho?
O processador AMD Ryzen 2700 U tem um CPU de quatro núcleos a 2,2 GHz (até 3,8 GHz em modo Boost), com 2 MB de memória cache L2 e 4 MB de cache L3.

Este, em conjunto com um total de 8 GB de memória DDR4 a 2400 MHz, garantiu um desempenho equiparável ao de soluções similares equipadas com processadores Intel Core i5-8250U, isto no que toca a desempenho geral, uma vez que quando testada a vertente gráfica, a GPU Radeon Vega Mobile 10 demonstrou um potencial mais próximo do proporcionado por uma controladora dedicada como a Nvidia GeForce MX 150. Onde este EliteBook da HP desiludiu foi no baixo desempenho do teste de autonomia, tendo registado apenas 216 minutos, o que corresponde a pouco mais de três horas e meia, – este é mesmo o pior resultado dos nossos testes feitos este ano.


Distribuidor: HP

Site: hp.com/pt

Preço: €1179


Benchmarks

  • PCMark 10 – 3024
  • PCMark 10 Productivity – 4144
  • 3D Mark Cloudgate – 10 457
  • PCMark 8 Home Battery – 216 minutos

Ficha Técnica

Processador: AMD Ryzen 7 2700U a 2,2 GHz
Memória: 8 GB DDR4
Armazenamento: 256 GB SSD NVMe
Placa Gráfica: AMD Vega Mobile 10
Ecrã: 13,3” IPS (1920 x 1080)
Ligações: 2 x USB 3.1 Gen 1, USB 3.1 Gen1 Type-C, HDMI 2.0, RJ-45, leitor de cartão SIM, leitor de cartão SmartCard, jack 3,5 mm
Dimensões: 310,4 x 229,3 x 17,7 mm
Peso: 1330 gr

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×