AnálisesJogos

Super Mario Maker 2

Jogar, construir e partilhar são os três pilares de Super Mario Maker 2.

Classificação

Gráficos8
Jogabilidade9
Longevidade10

Gostámos

  • Níveis da campanha Facilidade de utilização do modo de construção

A rever

  • O modo de história podia ser um pouco mais comprido

Ponto final

9Apesar de continuar a achar que é melhor deixar a construção de níveis para quem sabe e tem paciência para o fazer, não posso deixar de dizer que Super Mario Maker 2 é um excelente jogo para quem gosta deste género. O modo de história, embora algo curto pelos padrões de outros jogos de Mario, é muito desafiante. O modo de criação é muito fácil de usar e dá uma grande versatilidade e longevidade a este jogo.

Confesso que desenhar níveis para jogos não é uma coisa que goste muito de fazer. Cresci numa altura em que os videojogos eram produtos acabados, que nos permitiam explorar outros mundos e nos desafiavam a superar obstáculos que, à primeira vista, pareciam impossíveis. Por isso, desenhar níveis nunca foi uma coisa a que desse muita atenção.

Por isto, Super Mario Maker 2 seria apenas uma nota de rodapé no meu percurso que já conta com alguns milhares de reviews a jogos. Mas, felizmente, enganei-me: Super Mario Maker 2 é um título que, apesar do nome, não é apenas um sistema de desenvolvimento de níveis que gira à volta do universo de Mario. Trata-se de um jogo clássico (embora um pouco mais curto que os outros) em que o canalizador Mario é o herói que tem um sistema de criação de níveis completo.

O modo de história de Super Mario Maker 2 consiste num conjunto de níveis, criados usando as ferramentas que estão à disposição dos utilizadores para criarem os seus próprios níveis, que garante cerca de oito horas de jogo.

Mas há diferenças: os níveis desenhados pela Nintendo para o modo de história são um pouco diferentes em relação aos que se encontram num jogo clássico de Mario, porque os desafios são mais complicados; até há alguns em que controlamos o carro voador de Koopa e o jogo transforma-se num shoot’em up.

Outro aspecto diferente é que, no modo de história, não existe o habitual crescendo no nível de dificuldade. Aparentemente, a dificuldade de cada nível é algo aleatória.

O modo de história funciona quase como um menu de um restaurante, que em vez de nos dizer o que podemos comer, dá-nos ideias para a criação dos nossos próprios níveis.

Vamos construir qualquer coisa?
As ferramentas básicas de construção de níveis de Super Mario Maker 2 são muito simples de dominar. Por exemplo, para criar algum terreno basta tocar no ícone correspondente e arrastá-lo ao longo do ecrã. Depois, se quiser polvilhar a sua criação com inimigos, basta arrastá-los para os locais onde quer que eles apareçam.

Se não tiver muitas ideias, ou se tiver dúvidas sobre aquilo que pode fazer, e como o pode fazer, existe um sistema de ajuda chamado ‘Yamamura’s Dojo’ que tem um conjunto de vídeos que explicam como é que tudo funciona, desde a criação de terrenos, à colocação de saltos e à disposição de inimigos.

Super Mario Maker 2 também é um jogo de partilha. porque os níveis criados pelos utilizadores podem ser jogados por todos, desde que tenham a Switch ligada à Internet. Os níveis disponíveis online podem, ainda, ser organizados por tipo e dificuldade, o que permite aos utilizadores escolherem rapidamente os que mais lhes agradam.


Editora: Nintendo

Distribuidora: Nintendo

Site: nintendo.pt

Plataforma: Nintendo Switch

Preço: €59,99


PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×