9 distribuições Linux: das mais estranhas às mais perigosas

Tux_Linux

Uma das melhores coisas que o software de código aberto nos deu, foi a possibilidade de qualquer pessoa com os conhecimentos técnicos certos alterá-lo da forma que quiser. A ideia é fazer avançar o seu desenvolvimento de uma forma colaborativa que muitas pessoas a contribuir com ideias e correcções erros.

Mas outra coisa que esta revolução do software livre trouxe foi a liberdade para criar facilmente versões adaptadas a objectivos específicos, como é o caso das nove distribuições de Linux que hoje lhe trazemos.

Há de tudo, desde uma que serve essencialmente para controlar tudo aquilo que o utilizador faz com ela, a outra que apaga todo o conteúdo do disco se se enganar a dar um comando. Passando por versões ligadas a várias religiões.

Na descrição de cada distribuição está incluído um link para a página da distribuição, se ainda estiver disponível para download. O link só está disponível se clicar na imagem.