ArmazenamentoReviews

QNAP TS-251B

A análise ao NAS de duas baias da QNAP.

Classificação

Medições8.9
Construção8
Funcionalidades9
Preço8

Gostámos

  • Versatilidade
  • Software

A rever

  • É difícil aceder aos slots de memória

Ponto final

8.5Este NAS é um esforço para oferecer mais a público que não pode comprar um sistema superior ou não precisa de NAS com muitas funcionalidades diferentes - a presença de um slot PCI Express é prova disso. Mas as pessoas precisam mesmo disso? Uma nota menos boa para o acesso difícil para a instalação de mais memória RAM. De resto cumpre bem.

Os sistemas NAS de duas baias são os modelos mais apropriados para pequenos escritórios e, acima de tudo, para utilização caseira. Isto prende-se com o facto de a relação preço/funcionalidade ser a mais equilibrada para a maioria das utilizações de baixa intensidade.

Isto não impede os fabricantes, como a QNAP, de tentarem incluir mais funcionalidades nestes modelos. No caso do TS-251B, além dos habituais modos ‘RAID’ que oferecem a possibilidade de se configurar o sistema de armazenamento (com e sem redundância), do software que permite a instalação de aplicações que podem transformar este NAS num servidor web, de email ou uma cloud pessoal que pode ser sincronizada onde quer que esteja.

A QNAP adicionou um slot PCI Express que permite a instalação de placas de rede até 10 Gbps ou quaisquer outras que sejam compatíveis. Existe também a hipótese de expandir a memória RAM de 2 GB (a capacidade padrão) até aos 8 GB. No entanto, para o fazer, terá de desmontar o chassis dos discos e, muito possivelmente, perder a garantia. Existe ainda uma saída HDMI na parte de trás que permite a ligação deste NAS a um monitor ou TV para servir de leitor de media.

De resto, este TS-251B é uma máquina muito semelhante a outras que têm passado por cá nos últimos tempos: permite a instalação de discos de 3,5 ou 3 polegadas sem necessidade de utilização de ferramenta, mas não existe forma de dificultar a remoção dos mesmos com uma fechadura ou mecanismo semelhante.

Testámos o TS-251B através da habitual cópia de ficheiros com cerca de 4,7 GB de espaço de, e para, o NAS utilizando o nosso computador de secretária com um processador Intel Core i7-8700, 32 GB de memória RAM, um SSD M.2 WD e Windows 10 64 bits. As velocidades de escrita andaram pelos 95 MB por segundo, já as de leitura chegaram ao limite que a rede de gigabit consegue atingir, cerca de 100 MB por segundo.


Distribuidor: QNAP

Contacto: qnap.com

Preço: €391


Ficha técnica

Processador: Intel Celeron J3355 dual-core de 2,0 GHz (até 2,5 GHz), inclui GPU Intel HD Graphics 500
Memória RAM: 2 GB DDR3L expansível até 8 GB
Armazenamento: duas baias para discos de 3 ou 3,5 polegadas
Interface dos discos: SATA
Modos RAID suportados: RAID 0, 1, JBOD, Single
Ligações: Gigabit Ethernet (RJ45), PCIe 2.0 formato x2, 3 x USB 2.0, 2 x USB 3.0, HDMI 1.4b
Dimensões: 168 × 105 × 226 mm

PCGuia

1 comentário

  • Acho este equipamento excecionalmente desequilibrado, muito mal pensado e limitativo mesmo para funções limitativas ou para possiveis clientes (o que duvido) com pouco uso e necessidades, o que para isso que relatou podem utilizar outro tipo de solução muito mais barada sem recorrerem a um NAS.
    Esta solução é um equipamento que sendo agora lançado é velho e ultapaçado e “caduco de ideias”, dá a total impressão que apenas foi mencionado porque necessitava de um pouco de markting, e que será um equipamento com 10 anos caso não fossem apenas o uso de DDR4, mas iniciais e em Portugal, porque a tecnologia tem 15 anos de fabicação em tamanho curto mas estudo de 19.
    O equipamento não me diz absolutamente nada e já criei como teste, planeando e testando com software feito por mim e com imenssas funções e placas internas para ligações externas complementares até de teste e controlo bem como proteções e gerênciamento ou anulação de perdas por camadas, por isso não vejo nada de interessante nerte equipamento, sendo que o que fiz e testei, é alérgico a anómalias, prevendo grande quantidade delas, tendo possibilidade de tocar a alocação e após correção colocar automáticamente no local correto ou criar notificação.
    o valor que gastei pouco maior foi e não haveria ninguém que estivesse mesno interressado que não preferisse, porque hoje em dia o superior interesse é “SEGURANÇA” porque “VPN’s são uma “FANTASIA”, “NOVA ZELANDIA” é uma realidade, e muito mais coisas que não importa falar e você deve saber bem o que estou a direr porque a nova e próxima guerra e Cybernética e já está a acontecer.

Os comentários estão encerrados.

Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×