High-Tech Girl

«Senti que estávamos muito atrasados na utilização da tecnologia para dinamizar o diálogo em sociedade»

Entrevista a Ana Neves, CEO da Knowman.

É formada em Engenharia Informática e a sua empresa, a Knowman, cria estratégias e especifica plataformas digitais para melhorar a partilha de conhecimento dentro das organizações. Mas tem ainda uma série de outros projectos.

Fale-nos um pouco da sua actividade.
Além da minha empresa, sou responsável por um site chamado Cidadania 2.0 sobre a utilização de ferramentas digitais para melhorar a participação cívica e o diálogo entre cidadãos e Governo. Organizo ainda uma conferência que já vai na oitava edição sobre a utilização de plataformas digitais dentro das empresas para melhorar a colaboração: Social Now. E, no âmbito da APDSI, coordeno o grupo CivicTech, que desenvolve projectos que recorrem à tecnologia para a cidadania e a defesa de direitos humanos. O primeiro desses projectos, em versão beta funcional, é uma plataforma que servirá de observatório de violência de género em Portugal.

Porquê tantos projectos?
Pela paixão por fazer acontecer. Não gosto só de falar, gosto de fazer. A tecnologia tem muito potencial, mas é preciso mostrar como pode ser usada. Por exemplo, o projecto Cidadania 2.0 (cidadania20.com) começou por ser um evento e agora é uma plataforma online. E o objectivo é sempre esse: mostrar às pessoas o que é possível fazer, criar pontes e encorajar as pessoas a fazer acontecer.

Como surgiu este projecto?
A gestão de conhecimento é a minha área. Sou apaixonada pela dinâmica entre as pessoas, pela forma como aprendem e como colaboram entre si. Como sou formada em Engenharia Informática, sempre tentei ver o potencial da tecnologia para promover essas interacções. Estive nove anos em Inglaterra e quando regressei a Portugal senti que estávamos muito atrasados na utilização da tecnologia para dinamizar o diálogo em sociedade. Então, decidi criar um evento para demonstrar o que era possível. Coordenei quatro edições da conferência Cidadania 2.0 e agora mantenho a plataforma com o mesmo nome.

Que tipo de projectos estão na plataforma?
No Cidadania 2.0 há mais de cem projectos, todos em língua portuguesa. São projectos que estão a utilizar ou ferramentas sociais ou dados abertos para promover a participação cívica, para melhorar o diálogo entre os cidadãos e o Governo, ou para a defesa de direitos humanos. O que as pessoas podem lá encontrar são projectos que depois podem utilizar no seu dia-a-dia ou, se estiverem à procura de referências, podem encontrá-las também. É também o objectivo que este seja quase como um repositório destes projectos, porque alguns já nem sequer existem, mas pelo menos fica à referência para que possam ser tiradas lições para projectos futuros.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×