MobilidadeReviews

Lenovo Yoga C930

O novo Yoga C930 mantém-se fiel às suas origens, aos Yoga 910 e 920, dois modelos caracterizados pela original dobradiça da Lenovo, que permitia transformar o que aparentemente era um simples Ultrabook num tablet, ou estação multimédia, quando colocado em forma de ‘V’ invertido em cima de uma mesa.

Mas, para se diferenciar dos seus antecessores, a Lenovo optou por criar a primeira barra de som rotativa do mercado, sistema esse desenvolvido em conjunto com a Dolby, daí a certificação Dolby Atmos. Esta barra de som permite uma reprodução de som impressionante, independentemente da posição do ecrã; para isso, há dois altifalantes adicionais por debaixo do teclado, que assumem a função de subwoofers, garantindo uma maior envolvência e vivacidade no som reproduzido. Tudo isto, sem descurar aquilo que sempre caracterizou esta linha de produtos: a eficácia da dobradiça.

Multimédia de luxo
Além da excelente capacidade sonora, este Lenovo Yoga C930 também se destaca no campo do multimédia pelo ecrã táctil de 13,9 polegadas, que além de usar um painel do tipo IPS (o que, só por si, garante excelentes ângulos de visualização sem perda de qualidade de imagem, bem como cores fidedignas),consegue reproduzir conteúdos a uma resolução máxima 4K, ou seja, 3840 x 2160 pixéis com HDR, sendo compatível com a norma Dolby Vision, algo habitualmente só encontrado em televisores topo de gama de tecnologia OLED. Só é pena que o ecrã não tenha um brilho ligeiramente maior, para situações como a utilização no exterior, com luz solar incidente.

Para trabalhar
Embora a vertente multimédia seja excelente, isso não significa que este equipamento tenha sido criado para jogar, bem pelo contrário. Aqui não temos uma controladora gráfica dedicada: o Yoga C930 está dependente da limitada controladora integrada Intel UHD Graphic 620m, alojada no interior do eficaz processador Intel Core i7-855U.

O resto da configuração conta com um total de 16 GB de memória RAM DDR4 a 2400 MHz, e 512 GB de espaço num SSD PCIe NVMe. Tudo isto resulta num desempenho assinalável, incluindo a autonomia, que só não teve melhores resultados mais devido à exigência energética deste ecrã 4K.

Por fim falta referir a presença de uma caneta digital que tem a particularidade de estar alojada no interior do chassis, removida a partir do painel traseiro. O facto de ter sido desenvolvida em conjunto com a Wacom, garante uma precisão impressionante com 4096 níveis de pressão e uma bateria que é carregada quando a caneta está alojada no interior do Yoga C930.

Ponto Final

Impressionante qualidade de construção e excelentes capacidades multimédia são algumas das boas características deste Yoga C930. Só é pena o preço elevado, embora justificado tendo em conta a elevada portabilidade e inovações tecnológicas aqui estreadas.

+ Qualidade de construção
+ Sistema de som inovador
– Preço

Medições: 3,5
Experiência: 2
Preço: 2,5
Nota final: 8

Distribuidor: Lenovo
Site: lenovo.com/pt
Preço:€1999

Benchmarks

PCMark10 PCMark10Extended 3D MarkCloudgate PCMark8 Battery
3833 2775 8811 293 minutos

Características Técnicas
Processador: Intel Core i5-8550U a 1,8 GHz
Memória: 16 GB DDR4 2400 MHz
Armazenamento: 512 GB SSD NVMe
Placa Gráfica: Intel UHD Graphics 620
Ecrã: 13,9” IPS táctil (3840 x 2160)
Ligações:USB 3.1,2xUSB 3.1Type-C,jack3,5 mm
Dimensões: 322 x 227 x 14,5mm
Peso: 1,38kg

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×