Asus Lyra Trio

Nove meses depois de termos testado o kit Wifi mesh Asus Lyra, experimentámos agora a nova versão, o Asus Lyra Trio.
Asus Lyra Trio

O novo hardware tem algumas diferenças para a versão original e o que, literalmente salta mais à vista é a sua forma exterior. Enquanto o Lyra original era composto por três cilindros, que fazem lembrar aqueles recipientes que se usam para guardar comida no frigorífico, os novos têm uma base triangular com três antenas ligadas na parte superior. Na prática o cilindro transformou-se num tetraedro com as arestas arredondas. Segundo a Asus, esta configuração serve para ter as antenas numa configuração óptima para espalhar o sinal de uma forma mais eficaz.

A outra diferença está na forma como o Lyra Trio comunica com os diversos equipamentos ligados à rede Wi-Fi. O Lyra original oferece uma largura de banda combinada 2200 Mbps numa configuração MIMO 2X2 de banda tripla, enquanto o Lyra Trio oferece um total de 1750 Mbps numa configuração de banda dupla MIMO 3X3. A ligação-extra serve para compensar a menor quantidade de antenas no Lyra Trio, quando comprado com a versão original, o que irá permitir que mais dispositivos se liguem à rede com velocidades de comunicação mais estáveis.

De resto, o modo de funcionamento e as ligações são exactamente os mesmos. Em cada dispositivo estão duas entradas de rede RJ45 que servem para ligar ao modem ou router para estabelecer a ligação à Internet. Nos outros dispositivos estas ligações servem para ligar dispositivos que tenham ligação a rede com fios, mas não tenham (normalmente) ligações Wi-Fi, como é o caso dos sistemas NAS.

Configuração simples
Em relação ao software, o Lyra Trio utiliza uma versão menos completa do sistema de segurança e monitorização AiProtection da Asus. No Lyra Trio não estão presentes algumas funcionalidades como o sistema anti-intrusão, filtro de conteúdos e o painel que permite o controlo das actividades online de cada um dos dispositivos que estão ligados à rede Wi-Fi.

A montagem e configuração é muito simples, basta ligar um dos dispositivos ao router ou à gateway de Internet e distribuir os outros dois satélites pela casa, para que estejam a iluminar com sinal as zonas que não tinham acesso antes. Depois de ter tudo ligado, pode utilizar a aplicação móvel para configurar e monitorizar a rede. Cada unidade tem um LED que serve para indicar o estado de funcionamento de cada. Se não quiser utilizar a aplicação tem ainda a possibilidade de aceder à interface de configuração através de um browser, tal como acontece com os routers “normais”.

Testámos o Lyra com dois serviços de medição de velocidade de acesso à Internet (speedtest.net e o fast.com da Netflix) numa ligação de 1 Gbps do Meo, para testar a velocidade de acesso interno; aqui, copiámos 4,7 GB de dados de, e para, um NAS da Synology.

Consistentemente, conseguimos 210 Mbps a cerca de 1,5 metros e 187 Mbps com uma parede de tijolo pelo meio, nos testes de cópia de ficheiros. No caso do acesso à Internet conseguimos cerca de 360 Mbps no speedtest.net e 340 Mbps no fast.com.

Ponto final

O Asus Lyra é uma opção sólida para quem quer instalar uma rede Wi-Fi em casa que chegue a todo o lado. A configuração é tão fácil que qualquer um a consegue fazer, mesmo com conhecimentos de redes muito limitados. O único ponto a corrigir é o do software, que podia ser um pouco mais completo.

+ Simples de configurar
+ Rápido
– Software com menos funcionalidades que o do Lyra original

Funcionalidades: 1,5
Experiência de utilização: 4
Preço/qualidade: 3
Nota final:8,5

Distribuidor: Asus
Site: asus.pt
Preço:€409

Características Técnicas
Normas de rede: IEEE 802.11a, IEEE 802.11b, IEEE 802.11g, IEEE 802.11n, IEEE 802.11ac, IPv4, IPv6
Especificações Wi-Fi: 3 x 3 802.11ac with MIMO. AC1750 (1299 Mbps na banda dos 5Ghz band + 450 Mbps na banda de 2,4 Ghz)
Memória: 128 MB de memória RAM e 32 MB de memória flash
Ligações: 2 x LANGigabit

Categorias
MobilidadePeriféricosReviews

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Assinaturas

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link