MobilidadeReviews

Samsung Galaxy A6+  

Lançado em conjunto com o A6 e J6, o novo Galaxy A6+ da Samsung é diferente daquilo a que estávamos habituados a encontrar num terminal da família A, que sempre primou por oferecer características e estilo similar aos Galaxy S topo de gama.

Aqui, as únicas semelhanças são o ecrã Super AMOLED de formato 18.5:9 (de resolução equiparada a FullHD), duplo sensor de imagem e sensor de impressões digitais no painel traseiro, tal como acontece com a versão Plus do Galaxy S9.

Mas é aqui que as parecenças terminam, já que, tanto o design, como o corpo são praticamente idênticos aos terminais da família Galaxy J: alumínio e o desenho marcado das antenas bem visíveis no painel traseiro, embora isso não retire mérito à qualidade de construção e robustez do equipamento.

Os já referidos sensores de imagem traseiros oferecem uma boa qualidade de imagem na grande maioria das situações, sendo o sensor principal de 16 MP e o secundário de 5, sendo este último utilizado para tirar partido do modo Live Focus, para desfocar o fundo da imagem.

O software, embora parecido ao usado pelos Galaxy S8, é mais limitado que este, como o modo Pro, que apenas permite ajustar a sensibilidade ISO, compensação de exposição e o balanço de brancos. O sensor frontal de 24 MP revelou ser bastante eficaz em boas condições luminosas, mas algo limitado em espaços fechados ou mal iluminados.

Este Galaxy A6+ conta com um eficaz processador Qualcomm Snapdragon 450 (oito núcleos a 1,8 GHz), 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento, que pode (e deve) ser ampliado por um cartão de memória, já que o sistema operativo (Android 8.0) e aplicações pré-instaladas ocupam 11 GB, cerca de um terço do espaço disponível.

A interface é praticamente idêntica à de um Galaxy S9, graças à utilização da UI Samsung Experience (9.0), sendo esta fácil de usar e bastante atraente. Por fim, falta referir a presença de uma bateria de 3500mAh que, graças à excelente eficiência do processador, bem como do ecrã AMOLED, garantiu uma surpreendente autonomia que quase igualou o resultado obtido pelo CAT S61, testado nesta edição, que tem a particularidade de usar uma bateria significativamente maior (4500mAh). Só é pena não ser compatível com carregamento rápido, nem usar uma ligação USBType-C.

Ponto Final

O Galaxy A6+ revelou ser um terminal capaz, com um bom desempenho, boa câmara, excelente ecrã e uma bateria surpreendentemente duradoura. O preço de referência é demasiado elevado para o oferecido, mas uma breve pesquisa permitirá encontrar este terminal abaixo dos 300 euros, o que o torna bem mais apelativo.

+ Autonomia
+ Ecrã Super AMOLED
– Limitações da app da câmara

Experiência de Utilização: 5,6
Medições:1,8
Preço: 0,6
Pontuação: 8

Distribuidor: Samsung
Site: samsung.com/pt
Preço:€389,90

Benchmarks

Antutu3D Mark Ice Storm UnlimitedPCMark8 WorkPCMark8 Autonomia
69862127665117932minutos

Características técnicas
Processador: Qualcomm Snapdragon 450 (8×1,8GHz)
Memória: 3GB
Armazenamento: 32GB (Expansível por MicroSD)
Câmaras: 16MP+ 5 MP (traseira), 24MP(frontal)
Ecrã: 6,0” SuperAMOLED (2220×1080), 411ppi
Bateria: 3500mAh
Dimensões: 160,2×75,7×7,9mm
Peso: 186gr

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×